Concurso para farmacêutico em Pirapó - RS

brasão-concurso-farmaceutico-pirapo-rs


A Prefeitura de Pirapó - RS abre 1 vaga para farmacêutico em concurso público.

Cargo

Vagas

Escolaridade

Carga Horária Semanal

Vencimento Básico

Valor Inscrição

Farmacêutico

1

Ensino Superior e Registro no Conselho de Classe

40

R$ 2.370,75

R$ 39,44

 

Inscrições

As incrições poderão ser feitas a partir do dia 22 de outubro até 05 de novembro de 2012, das 7 h às 12h, de segunda à sexta. O candidato deve pagar a taxa de inscrição na tesouraria da Prefeitura Municipal, Rua Afonso Medeiros, nº 562 e dirigir-se, com o comprovante de pagamento, ao Setor de Pessoal, para efetivar a inscrição.

 

Atribuições do Cargo

Descrição Sintética: Responder tecnicamente pela administração da farmácia central e distribuição dos
medicamentos em postos de saúde; realizando controle de estoques e saídas de entorpecentes e outros
medicamentos.
Descrição Analítica: Realizar controles de entrada e saídas na aquisição e empregos de entorpecentes;
responder  pela  administração  e  controle  de  estoque  de  medicamentos,  observando  datas  de
vencimento, sistema de armazenamento junto a Farmácia Central, supervisão e controle das farmácias
básicas  instaladas  nos  postos  de  saúde,  apresentar  mensalmente  ao  secretario  da  saúde,  relatórios
referente  atendimentos  fornecidos  pela  farmácia;  responder  tecnicamente  pela  orientação  ao  público
quanto  a  utilização  do  medicamento,  supervisionar  o  atendimento  ao  público,  auxiliar  em  trabalhos  da
Vigilância Sanitária e realizar outras tarefas afins

 

Conteúdo programático

-  BRASIL. Lei n.º 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, 
proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá
outras  providências.  Disposição  Preliminar.  Título  I - Das  Disposições  Gerais;  Título  II - Do  Sistema
Único  de  Saúde,  Disposição  Preliminar;  Capítulo  I -  Dos  Objetivos  e  Atribuições,  Capítulo  II -  Dos
Princípios  e  Diretrizes,  Capítulo  III -  Da  Organização,  Da  Direção  e  Da  Gestão,  Capítulo  IV   -  Da
Competência e das Atribuições, Seção I  - Das Atribuições Comuns e Seção II - Da Competência.
 -  BRASIL. Lei n.º 8.142, de 28 de dezembro de 1990. Dispõe sobre a participação da comunidade
na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos
financeiros  na  área  da  saúde  e  dá  outras  providências.  BRASIL.  Lei  n.º  10.741,  de  10  de  outubro  de
2003. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências. RIO GRANDE DO SUL. 
-   Constituição do Estado do Rio Grande do Sul 1989. Título VII - Da Segurança Social, Capítulo III
-   Da  Saúde  e  do  Saneamento  Básico,  Seção  I - Da  Saúde.  RIO  GRANDE  DO  SUL.  Emenda
Constitucional  n.º  25,  de  08  de  junho  de  1999.    Atribuições  do  profissional  farmacêutico,
responsabilidade técnica,   
-  Regulamento  de  Boas  Práticas  em    Farmácia,  Farmacotécnica:  definição  e  objetivos  da
farmacotécnica,  conceitos  básicos  em  farmacotécnica,  classificação  dos  medicamentos,  vias  de
administração,  formas  farmacêuticas,  Farmacologia  geral.  Interações  medicamentosas,  Farmácia
hospitalar:  Sistemas  de  Distribuição  de  Medicamentos,  Controle  de  Infecção  Hospitalar,  Medicamentos
sujeitos  à  controle  especial  Conceitos:  atenção  farmacêutica,  assistência  farmacêutica,    medicamentos
genéricos,  medicamentos  similares,  medicamentos  análogos, medicamentos  essenciais,  RENAME,
comissão  de  farmácia  e  terapêutica,    comissão  de  controle  de  infecção  hospitalar,  farmacovigilância.
Imunologia:  aspectos  celulares  do  sistema  imune,  Bioquímica  geral:  vitaminas  lipossolúveis,
metabolismo de carboidratos e lipídeos, Parasitologia: métodos de análise e suas implicações; doenças
parasitológicas  humanas  relacionadas.  Microbiologia: microscopia  e  principais  colorações  utilizadas  em
bacteriologia. Doenças bacterianas e fúngicas: Etiologia
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA:
-  Resolução - RDC  nº  33,  de  19  de  abril  de  2000.  Regulamento  Técnico  sobre  Boas  Práticas  de
Manipulação de Medicamentos 
-  Lei  nº  9.787,  de  10  de  fevereiro  de  1999,  altera  a  Lei  nº  6.360,  de  23  de  setembro  de  1976,  que
dispõe sobre a vigilância sanitária, estabelece o medicamento genérico, dispõe sobre a utilização de
nomes genéricos em produtos farmacêuticos e dá outras providências.
-  Portaria  nº  344,  de  12  de  maio  de  1998.  Aprova  o  regulamento  técnico  sobre  substâncias  e
medicamentos sujeitos a  controle especial.
-  RDC Nº 44,  de 17 de agosto de 2009 - Dispõe sobre Boas Práticas Farmacêuticas para o controle
sanitário  do  funcionamento,  da  dispensação  e  da  comercialização  de  produtos  e  da  prestação  de
serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias e dá outras providências.
-  RDC nº  25   de 30 de junho de 2010. Altera a RDC  Nº 58, de  5  de setembro de 2007, que  dispõe
sobre o aperfeiçoamento do controle e fiscalização de substâncias psicotrópicas anorexígenas e dá
outras providências.
-  RDC  Nº  306,  de  7  de  dezembro  de  2004.  DOU,  de  10/12/2004  Dispõe  sobre  o  Regulamento
Técnico para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde.
-  Resolução  nº  417,  de  29  de  setembro  de  2004 -  Aprova  o  Código  de  Ética  da  Profissão
Farmacêutica.
-  Resolução RDC nº44 de 26 de outubro de 2010: Dispõe sobre o controle de medicamentos à base
de substâncias classificadas como antimicrobianos, de uso sob prescrição médica, isoladas ou em
associação e dá outras providências.
-  RANG E DALE. Farmacologia. Ed. Elsevier. 
-  BISSON,  M.P.  ,Cavallini,  M.E.  Farmácia  Hospitalar.  Um  enfoque  em  sistemas  de  saúde.  Ed.
Manole. 
-  REY,  L. Parasitologia: Parasitos  e  doenças  parasitárias  do  homem  nos  trópicos  ocidentais.  Rio  de
Janeiro: Guanabara Koogan. 
-  TORTORA, J. R.; Funke, B. R. e Case, C. L. Microbiologia. 8 ed. Porto Alegre: Artmed. 
-  CAMPBELl, M. K. Bioquímica. Porto Alegre: Artmed

PROVA DE PORTUGUÊS 

Ortografia  Oficial.  Relação  entre  fonemas  e  grafias.  Acentuação  Gráfica.  Separação  de  Sílabas.
Reconhecimentos  de  Classes  de  Palavras:  Nome,  Pronome,  Verbo,  Preposição  e  Conjunções.
Pronomes: colocação, uso, formas pronominais de tratamento. Concordância nominal e verbal. Emprego
de  tempos  e  modos.  Vozes  do  verbo.  Regência  nominal  e  verbal.  Ocorrência  de  crase.  Estrutura  do
vocábulo: radicais e afixos. Formação de palavras: composição e derivação. Termos da oração. Tipos de
predicação. Estrutura do período: coordenação e subordinação. Nexos oracionais: valor lógico e sintático
das  conjunções.  Semântica:  sinomínia  e  antomínia.  Interpretação  de  texto:  variedades  de  textos  e
adequação  de  linguagem.  Estruturação  do  texto  e  parágrafos.  Informações  literais  e  inferências.
Estruturação do texto: recursos de coesão. Significação contextual de palavras e expressões. 
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA
-  BECHARA, Evanildo, Gramática da Língua Portuguesa, Rio de Janeiro, Ed. Nacional, 2009.
-  CARNEIRO, Agostinho Dias, Redação em construção, Moderna, SP, 1992.
-  CUNHA, Celso Ferreira, Gramática da Língua Portuguesa, Rio de Janeiro, Fename, 1980.
-  FIORIN, José Luiz, SAVOLI, Francisco Platão. Para entender o texto: leitura e redação, São Paulo,
Ed. Ática, 1990.
-  CEGALLA,  Domingos  Pascoal,  Novíssima  Gramática  da  Língua  Portuguesa,  São  Paulo,  Ed.
Nacional, 2009.

PROVA DE LEGISLAÇÃO
ESTATUTO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE PIRAPÓ: 
Compreendendo todos os artigos contidos nos seguintes Títulos:
Título I – Das Disposições Preliminares; 
Título II – Do Provimento e da Vacância;
Título III – Das Mutações Funcionais;
Título IV – Do Regime de Trabalho;
Título V – Dos Direitos e Vantagens;
Título VI – Do Regime Disciplinar