Concurso para o Conselho Regional de Farmácia do Pará

concurso-fiscal-farmaceutico-crf-paAbertas as inscrições para o Concurso do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Pará.


As inscrições no processo seletivo vão até o dia 18 de janeiro de 2013.

São disponibilizadas três vagas para Fiscal Farmacêutico (uma para Belém, uma para Marabá e uma para Santarém); uma vaga em Secretaria Executiva Bilíngue ou Trilíngue (Belém); uma vaga para Assessor de Comunicação Social com habilitação em Multimídia (Belém); quatro vagas para Agente Administrativo (duas para Belém, uma para Marabá e uma para Santarém); três vagas para Auxiliar Administrativo (uma para Belém, uma para Marabá e outra para Santarém); uma vaga para Técnico em Contabilidade (Belém).

 

Cargo: Farmacêutico Fiscal
Requisitos: Diploma de graduação em Farmácia; registro no Órgão de Classe, Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo categoria "B"; Dedicação Exclusiva.
Vagas: 3
Carga Horária: Dedicação Exclusiva
Renumeração: R$ 2.292,07+(Adicional de Exclusividade 100%)

 

Inscrição

Acesse o link http://concursos.siteprofissional.com/fic/crf/  para fazer sua inscrição no período de 11/12/2012 a 18/01/2013.

Taxa de Inscrição para fiscal farmacêutico: R$ 140,00

 

Atribuição do Cargo de Farmacêutico Fiscal

 

Participar da elaboração do Plano Anual de Fiscalização, que deverá ser aprovado pelo Plenário do Conselho Regional,
fornecendo dados estatísticos e geográficos do estado; Participar da formulação estratégica de fiscalização considerando a
situação geopolítica e profissional do estado; Participar da elaboração dos relatórios mensais e anual com base nos dados de
fiscalização; Fiscalizar a área de jurisdição do regional, cumprindo a legislação profissional, lavrando Termo de Visita em todos os
estabelecimentos inspecionados. O termo de intimação e/ou auto de infração, ambos precedidos do termo de visita, deverão ser
lavrados nos casos previstos na legislação vigente; Na atividade fiscalizadora, o farmacêutico fiscal poderá fornecer informações e
orientações aos farmacêuticos e/ou outros presentes nos estabelecimentos no momento da fiscalização

 

PROGRAMAS DE PROVAS PARA FISCAL

 

LÍNGUA PORTUGUESA
- Coerência textual: a organização do texto e os efeitos de sentido, tipologias textuais;
- Coesão textual: mecanismos e elementos de coesão e os efeitos de sentido;
- Estratégias argumentativas; tipos de argumentos;
- Funções da linguagem;
- Classificação e emprego das classes de palavras: substantivo, adjetivo, pronome, verbo, advérbio,
preposição, conjunção: classificação e sentido que imprime às relações entre as orações;
- Concordância nominal e verbal;
- Regência nominal e verbal;
- Regras de escrita: nova ortografia da língua portuguesa, acentuação (segundo a nova ortografia da
língua portuguesa), pontuação, crase;
- Classificação tradicional dos vocábulos;
- Flexão e variação dos vocábulos;
- Aspectos semânticos das classes de palavras;
- Sintaxe: a organização sintática do texto e os efeitos de sentido;
- Análise sintática dos períodos simples e composto;
- Análise sintática do período composto;
- Aspectos semânticos e discursivos das estruturas sintáticas;
- Semântica: os fenômenos e as relações semânticas e o processo de organização dos sentidos do texto;
- Sinonímia, antonímia, homonímia, paronímia/paronomásia, paráfrase, ambiguidade e polissemia;
- Figuras de linguagem.

 

INFORMÁTICA
- Sistema operacional Windows;
- Manipulação de arquivos;
- Edição de Textos;
- Comandos de Edição;
- Ferramentas de ortografia, gramática e autocorreção;
- Planilha eletrônica Microsoft Excel;
- Verificação de diretórios;
- Manipulação de arquivos, criação de gráficos, formatação de dados (célula, linhas, colunas, planilha,
fonte, parágrafo, bordas, classificação, filtros, etc.);
- Sistema Operacional DOS.
LEGISLAÇÃO
- Lei 3.820/60;
- Resoluções do Conselho Federal de Farmácia;
- Lei 5991/73

 

Específico para FISCAL
- LEIS FEDERAIS nº- 3.820/60 5.991/73;
- DECRETOS FEDERAIS nº- 74.170/74 (Controle Sanitário e comércio de Drogas) e 85.878/81 (Estabelece
normas para execução da Lei nº 3.820);
- PORTARIAS ANVISA e suas atualizações: nº- 344/98 (medicamentos psicotrópicos), 801/98 e nº 802/98
(controle de fiscalização da cadeia de produtos farmacêuticos);
- Código de Ética da Profissão Farmacêutica;
- RESOLUÇÕES DO CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA: Fiscalização: 258/94 e 363/01; Farmácia
homeopática: 319/97 e 335/98; Farmácia hospitalar: 300/97; Farmácias e Drogarias: 261/92, 272/95, 288/96, 292/96,
308/97, 357/01 e 349/00; Distribuidora de medicamentos: 365/01; Laboratórios de Análises Clínicas: 271/95, 279/96,
295/96, 296/96, 359/01, 303/97, 306/97; Indústria: 387/02; Âmbito Profissional: 236/92; Registro de Títulos de
Especialista: 267/95 e 340/99; MúltiplaResponsabilidade Técnica: 267/95; "Drugstore": 334/98; Responsabilidade
Técnica: 378/02; Registro de estabelecimentos e inscrição profissional: 276/95; 336/99 e 356/01;
- RESOLUÇÕES DA ANVISA: 327/99 (altera autorização especial para empresas de medicamentos), 329/99
(institui roteiro de inspeção para transportadoras de produtos farmacêuticos e farmoquimicos a serem observados pelos
órgãos de vigilância sanitária em todo o território nacional) e 391/99 (aprova o regulamento técnico para medicamentos
genéricos);
- Termo de Ajuste de Conduta e Termo de re-ratificação ao Termo de Ajuste de Conduta firmado entre o Ministério Público Estadual, Vigilância Sanitária e outros órgãos.