Concurso para farmacêutico em Gentil - Rio Grande do Sul

concurso-farmacia-2013-gentil-rio-grande-do-sul


Concurso público para farmacêutico na Prefeitura de Gentil - Rio Grande do Sul .

 

As inscrições no processo seletivo vão até o dia 28 de janeiro de 2013.

 

 

Cargo: Farmacêutico
Requisitos: Nível Superior Completo em Farmácia e registro no conselho de classe
Vagas: Cadastro de reserva
Carga Horária: 20 horas
Renumeração: R$ 1.038,70

 

Inscrição

 

Para concorrer o profissional deverá se inscrever até 28 de janeiro pelo site www.fundatec.org.br  até 28 de janeiro.

Taxa de Inscrição: R$ 120,00

 

Atividades do Cargo de Farmacêutico Bioquímico

Descrição Sintética: Executar atividades relacionadas à farmácia da Unidade de Saúde do Município e realizar manipulações farmacêuticas, fiscalizando a qualidade dos produtos farmacêuticos.

Descrição Analítica: a) Manipular drogas de várias espécies; b) aviar receitas, de acordo com as prescrições médicas; c) manter registro permanente do estoque de drogas; d) fazer requisições de medicamentos, drogas e materiais necessários à farmácia; e) examinar, conferir, guardar e distribuir drogas e abastecimentos entregues à farmácia; f) ter sobre custódia drogas tóxicas e narcóticos; g) realizar inspeções relacionadas com a manipulação farmacêutica e aviamento de receituário médico; h) efetuar análises clínicas ou outras dentro de sua competência; i) responsabilizar-se por equipes auxiliares necessárias a execução das atividades próprias do cargo; j) planejar, organizar e administrar serviços gerais e específicos de farmácia; k) assessorar autoridades superiores em assuntos farmacêuticos, preparando informes, documentos e pareceres; l) controlar estoques de medicamentos e solicitar aquisição dos mesmos a fim de atender a demanda necessária ao atendimento à população; m) executar outras tarefas afins, inclusive as editadas no respectivo regulamento da profissão. n) Excepcionalmente, dirigir/conduzir viaturas do Município, desde que possua habilitação específica.

 

Programa da Prova para Farmacêutico

Administração de Farmácia: Aviamento de Receitas. Controle de estoque de medicamentos. Dispensação. Normas. Antibióticos e Quimioterápicos. Anti-sépticos. Conceitos básicos das drogas que atuam no organismo. Princípio de ação de medicamentos e interação medicamentosa. Controle de infecções hospitalares. Deontologia e Legislação Farmacêutica. Conceitos Básicos sobre Programa de Saúde da Família e Programa de Agentes Comunitários da Família. Gestão de Medicamentos, entorpecentes, psicotrópicos, produtos de higiene e correlatos. Interação medicamentosa. Mecanismo de ação dos grupos farmacológicos. Medicamentos controlados e entorpecentes. SUS e Municipalização - Processo Saúde - Doença e Indicador de Saúde. Vigilância Sanitária. Vigilância Epidemiológica.
BIBLIOGRAFIAS:
1. ANSEL, C. Howard. Farmacotécnica - formas farmacêuticas e sistemas de liberação de fármacos. 6. ed. Editorial Premier, 2000. 568p.
2. Ansel, H.C.; Stoklosa. M; J. Cálculos farmacêuticos. 1ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2008. 451p.
3. FONSECA, Almir L. da. Interações Medicamentosas. 2. ed. São Paulo/Rio de Janeiro: Editora de Publicações Científicas Ltda., 1994.
4. Fuchs, F. D.; Wannmacher, L. e Ferreira, M. B. C. Farmacologia Clínica: fundamentos da terapêutica racional. 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004. 904p.
5. GOODMAN & GILMAN. As bases farmacológicas da Terapêutica. 11 ed. Rio de Janeiro: MC Graw Hill, 2007. 1821p.
6. Korolkovas, A. Dicionário Terapêutico. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. 495p.
7. Portaria 344/98 - Aprova o Regulamento Técnico sobre substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial. (e demais atos relacionados)
8. Portaria 1.886/1997 MS - Aprova as Normas e Diretrizes do Programa de Agentes Comunitários de Saúde e do Programa de Saúde da Família (e demais atos relacionados).
9. RDC 44/09. Boas Práticas Farmacêuticas. (e demais atos relacionados).
10. Resolução 417, de 29 de setembro de 2004. Código de Ética da Profissão Farmacêutica.
11. Marin, Nelly. (org.) Assistência farmacêutica para gerentes municipais. Organizado por Nelly Marin et al. Rio de Janeiro: OPAS/OMS, 2003. 373p. Pode ser acessado on line: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/Assistencia_Farmaceutica_para_Gerentes_Municipais.pdf
12. PORTARIA nº 3.916/MS/GM, de 30 de outubro de 1998. Política Nacional de Medicamentos.
13. RESOLUÇÃO nº 338, de 06 de maio de 2004 - Política Nacional de Assistência Farmacêutica.
14. Lei nº 5991 de 17 de dezembro de 1973.
15. Lei nº 9787 de 10 de fevereiro de 1999 - Lei dos Genéricos.
16. Resolução nº 328 de 22 de julho de 1999 - Boas Práticas de Dispensação.
17. Ministério da Saúde. Diretrizes para Estruturação de farmácias no âmbito do Sistema Único de Saúde. Brasília, 2009. Pode ser acessado on line: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/diretrizes_para_ estruturacao_farmacias_ambito_sus.pdf
18. Assistência Farmacêutica na Atenção Básica - Ministério da Saúde, 2006. Pode ser acessado on line: www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/judicializacao/pdfs/283.pdf
19. GOMES, M.I.V.M; REIS, A.M.M. Ciências Farmacêuticas: uma abordagem em farmácia Hospitalar. Rio de Janeiro: Atheneu, 2000.