Concurso Oficial Farmacêutico - Aeronáutica

oficial-farmaceutico-aeronautica


Atenção: As inscrições estão prorrogadas até 07/05/2013

O prazo para pagamento da taxa de inscrição permanece até 09/05/2013

 

Concurso público para Farmacêutico no Exame de Admissão ao Curso de Adaptação de Farmacêuticos do ano de 2014 da Aeronáutica do Brasil.

O Curso de Adaptação de Farmacêuticos da Aeronáutica (CAFAR) é ministrado no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), em Belo Horizonte - MG.

As inscrições no processo seletivo podem ser realizadas de 2 a 24 de abril de 2013.


Vagas

 

ESPECIALIDADE

COMAR

LOCALIDADE

VAGAS

 

 

 

 

Farmácia

Bioquímica (BIO)

8 Vagas

II

Recife/PE

1

Fortaleza/CE

1

III

Rio de Janeiro/RJ

2

IV

São Paulo-Guarulhos/SP

1

V

Curitiba/PR

1

VI

Brasília/DF

1

VII

Manaus/AM

1

 

 

Farmácia

Hospitalar (HOS)

8 Vagas

II

Fortaleza/CE

1

III

Rio de Janeiro/RJ

4

IV

São José dos Campos/SP

1

São Paulo-Guarulhos/SP

1

VII

Manaus/AM

1

Farmácia

Industrial (IND)

1 Vaga

III

Rio de Janeiro/RJ

1

 

Inscrição

Os interessados poderão se inscrever até às 15h do dia 24 de abril pelos sites www.fab.mil.br e www.ciaar.com.br.

Taxa de Inscrição: R$: 120,00

 

Processo seletivo

A seleção dos candidatos será realizada por meio de exame de escolaridade sobre Língua Portuguesa (Gramática e Interpretação de Texto), prova de redação e conhecimentos especializados.

 

2 CONHECIMENTOS ESPECIALIZADOS

2.1 FARMÁCIA BIOQUÍMICA (BIO)

Fase Pré-Analítica: Atendimento, orientações e prep aro do paciente; Coleta de sangue e demais espécimes clínicos, recebimento de materiais biológicos, manuseio, triagem, transporte, processamento, acondicionamento, armazenamento, conservação das amostras. Bioquímica Clínica:

Conceituação, metodologias, fundamentos e objetivos ; Organização, práticas, propósitos, controle de qualidade e instrumentação do laboratório clínic o moderno; Exames: Avaliação das Funções renal; hepática e do trato biliar; Proteínas específicas, lipídeos e lipoproteínas; Carboidratos; Eletrólitos e íons inorgânicos; Equilíbrio ácido-base e gases sanguíneos; Avaliação do perfil cardíaco; Bioquímica dos fluidos biológicos; Enzimo logia clínica: dosagens, particularidades, interferências e interpretação dos resultados. Hormônios: biossíntese, mecanismos de ação e dosagem laboratorial. Hormônios da adeno e neurohip ófise, da tireóide e paratireóide, das suprarrenais, das gônadas, pâncreas e dos rins. Hem atologia Clínica: Hematopoese normal e células sanguíneas; Anemias hipocrômicas, megaloblásticas, hemolíticas, aplásticas, diseritropoiéticas e secundárias; Hemoglobinopatias; Hemostasia, coagulação, distúrbios vasculares e plaquetários; Interpretação clínica do hemograma: valores de refe rência; Índices hematimétricos; Alterações qualitativas e quantitativas do sangue; Métodos de coloração para exames hematológicos. Imuno-hematologia: Detecção de anticorpos, antígenos de g rupos sanguíneos, testes pré-transfusão e transfusões sanguíneas. Imunologia: Sistema imune, células e órgãos deste; Geração de resposta das células B e T; Antígenos, imunoglobulinas, interaçõ es antígeno-anticorpo e complexo de histocompatibilidade; Mecanismos efetores imunes, citocinas, interleucinas, sistema complemento, repostas mediadas por células, migração leucocitária, inflamação e reações de hipersensibilidade; Respostas imunes a doenças infecciosas, vacinas, im unodeficiências e autoimunidade; Testes imunológicos: fundamentos e aplicações; Produção e aplicação de anticorpos monoclonais. Microbiologia: Taxonomia, características morfo-tintoriais, fisiologia, patogenicidade e virulências bacterianas; Bactérias de interesse clínico: enterobactérias, bastonetes, cocos, espiroquetas,

micoplasma, ureaplasma. Provas de sensibilidade a agentes antimicrobianos: resistência,determinação da atividade inibitória e da atividade bactericida, Diagnóstico microbiológico das infecções provocadas por cocos Gram-positivos, bast onetes Gram-negativos fermentadores e não-fermentadores da glicose, anaeróbios, micobactérias, corinebactérias. Provas bioquímicas de identificação bacteriana: técnicas, reagentes e interpretação. Métodos de coloração para exames de microbiologia. Virologia: doenças humanas virais e métodos diagnósticos. Mico logia clínica: Classificação, taxonomia e identificação das micose s humanas e provas de sensibilidade aos antifúngicos.Leveduras: apresentação clínica e iden tificação laboratorial; Dermatofitoses: aspectos clínicos e laboratoriais. Fungos filamentosos e dimórficos: aspectos gerais, apresentação clínica e diagnóstico laboratorial. Rinosporidiose, micetoma, cromomicose, feo-hifomicose, paracoccidioidomicose, histoplasmose, coccidioidomicose, blastomicose, doenças causadas por

Malassezia sp., criptococose, candidíase, aspergilose e fusariose, pneumocistose. Diagnóstico imunológico das infecções fúngicas. Urinálise e Fluídos Biológicos: Funções e doenças renais e testes da função renal; Exames físicos e químicos d a urina; Sedimentoscopia urinária; Análises especiais de urina: distúrbios do metabolismo de aminoácidos, da porfirina, dos mucopolissacarídeos e das purinas; Fluídos biológic os: líquido seminal, líquido cefalorraquidiano; líquidos ascítico, pleural, sinovial, amniótico e p ericárdico: formação, composição e métodos analíticos. Parasitologia Clínica: Parasitos intestinais: colheita, preservação, exames macro e microscópico da amostra fecal fresca e preservada; Identificação dos parasitos; Parasitos de sangue e tecidos: métodos e identificação; Metodologia e análise de parasitos em aspirados, tecidos, urina, secreções e de material de biópsia; Imunodiagnóstic o das parasitoses: testes sorológicos ou imunoensaios e imunológicos. Biologia molecular: No ções fundamentais sobre estrutura de ácidos nucleicos; Replicação, mutação e reparo de DNA; Hib ridação de ácidos nucleicos; Transcrição e processamento de RNA; Código genético e biossíntese de proteínas; Controle da expressão gênica em procariotos e eucariotos; Processamento pós-trad ucional de proteínas; Técnicas de Biologia Molecular para diagnóstico de doenças humanas (incl uindo extração de DNA e RNA, digestão de DNA por endonucleases de restrição, eletroforese, c lonagem, PCR). Biossegurança: Riscos físicos, biológicos, químicos, ergonômicos e de acidentes de trabalho em laboratórios clínicos; Biossegurança laboratorial: organização, práticas s eguras, medidas de controle, programa de segurança, avaliação e representação dos riscos amb ientais; Procedimentos de emergência, treinamento e segurança em laboratórios; Equipament os de proteção individual e coletivo; Manuseio, controle e descarte de produtos biológico s. Deontologia e Legislação Farmacêutica: Código de Ética Farmacêutica; Portaria nº 344, de 10 de maio de 1998, do Ministério da Saúde. Regulamento técnico para funcionamento de laboratórios clínicos e para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde.

 

2.2 FARMÁCIA HOSPITALAR (HOS)

Farmácia Hospitalar:Conceitos, Objetivos, Estrutura física e Organizacional; Gerenciamento de medicamentos e de produtos farmacêuticos de uso hospitalar; Seleção de medicamentos; Aquisição de Medicamentos; Armazenamento de Materiais; Sistema de Distribuição de Medicamentos; Comissão de Farmácia e Terapêutica; Papel da Farmácia no Controle das Infecções Hospitalares; Farmacovigilância; Farmacoepidemiologia; Farmacoeco nomia; Gestão da Qualidade e Indicadores na Farmácia Hospitalar; Cálculos em Farmácia Hospitalar; Cálculos de Doses e Parâmetros do Paciente; Farmácia Clínica , Atenção Farmacêutica e Seguimento Farmacoterapêutico: Farmacologia Clínica: Fundamentos e Métodos em Farmacologia Clínica; Uso Racional Medicamentos: aspectos econômicos; Prescrição de Me dicamentos: Aspectos Legais e Formais; Adesão a Medicamentos; Farmacologia Geral: Processo s Farmacocinéticos; Farmacocinética Clínica; Farmacodinâmica, Interações Medicamentosas ; Reações Adversas a Medicamentos; Farmacologia dos Sistemas de Regulação, Farmacologi a Aplicada a Manifestações gerais de Doenças; Farmacologia Aplicada aos Sistemas; Situaç ões Especiais em Farmacologia;

Farmacotécnica Hospitalar: Formas Farmacêuticas Estéreis, Formas Farmacêuticas Não-Estéreis; Nutrição parenteral; citotóxicos e medicamentos par enterais. Aspectos técnicos de infraestrutura física e garantia de qualidade; Boas Práticas de Manipulação em Farmácia; Estabilidade de medicamentos e determinação do prazo de validade; C álculos relacionados ao preparo de formas farmacêuticas; Deontologia e Legislação Farmacêutica: Legislação pertinente ao exercício profissional Farmacêutico em unidades Hospitalares;Código de Ética do Profissional Farmacêutico; Portarias n° 344/98 e nº6/99 da Secretaria de Vigilância Sanitária do Min. da Saúde.

 

2.3 FARMÁCIA INDUSTRIAL (IND)

Fundamentos de química analítica qualitativa e quantitativa; Soluções Volumétricas e Soluções Padrões; Fundamentos e Aplicações da Volumetria (Co mplexometria; Anidrovolumetria;
Oxiredução; Neutralização); Métodos Físico-Químicos de Análise: Cromatografia Líquida (HPLC), Espectrofotometria ultravioleta, visível e infravermelho, Polarimetria, Refratometria; Boas práticas de laboratório; Validação de métodos analíticos e b ioanalíticos; Tratamento estatístico de resultados analíticos; Controle biológico e microbiológico de medicamentos; Resultados fora do especificado; Resíduos Químicos; Estabilidade de formas farmacêuticas líquidas e sólidas; Equipamentos utilizados em controle de qualidade de medicamentos, funcionamento básico e calibração: Balanças Analíticas, Polarímetros, Refratômetros, Muflas, Ap arelhos de determinação de Ph, Aparelhos de determinação de condutividade, Aparelhos de determi nação de ponto de fusão, Karl- Fischer, Durômetro, Friabilômetro, Desintegrador, Dissolutor , Espectrofotômetro UV/VIS, Espectrofotômetro IV; tituladores automáticos; Autoclaves, fluxos laminares; incubadoras. Soluções Farmacêuticas, Hidróleos, Alcoóleos e Extr atos: composição, preparação, classificação, vantagens e desvantagens, ensaios e acondicionamentos; Soluções Orais: xaropes e elixires; Suspensões Orais, Magmas e Géis: preparação, compos ição, dificuldades de preparação, redispersabilidade, classificação, ensaios e acondi cionamentos; Emulsões: preparação, composição, objetivos, dificuldades de preparação, noções de eq uilíbrio das fases, classificação, ensaios e acondicionamentos; Física aplicada à Farmácia; Corantes e suas características; Pomadas, Cremes Loções e Pastas: preparação, composição, objetivos, dificuldades de preparação, noções de equilíbrio das fases, classificação, ensaios e acon dicionamentos; Corantes e suas características; Pomadas, Cremes, Loções e Pastas: preparação, compo sição, classificação, ensaios e acondicionamento. Preparações parenterais e líquido s estéreis: preparação, composição, dificuldades tecnológicas, classificação, requisito s básicos, solventes utilizados, esterilidade, pirogênio, ensaios, classificação e acondicionamentos; Preparações de Uso Tópico: oftálmicas, auriculares, nasais e orais; Biotecnologia e fármacos; Granulados e Comprimidos: preparação, composição, vantagens, principais dificuldades tecn ológicas, ensaios, classificação e acondicionamento; Pós, Cápsulas e Drágeas: preparação, composição, vantagens, objetivos, principais dificuldades tecnológicas, ensaios, clas sificação e acondicionamento; Tinturas/Extratos: preparação, composição, principais dificuldades tec nológicas, vantagens e desvantagens, apresentação, classificação e ensaios. Equipamentos utilizados em produção de medicamentos: caldeiras, estufas, secador por leito fluidizado, destiladores, liofilizadores, fluxos laminares, filtros clarificantes e esterilizantes, tamises, misturadores, moinhos coloidais, máquinas de compressão, sistemas de revestimento de formas sólidas e máquinas de encapsular. Desenvolvimento Farmacotécnico; Delineamento de formas farmacêuticas; Pré-formulação farmacêutica; Ciência das partículas e tecnologia dos pós;Embalagem e acondic ionamento de formulações farmacêuticas; Aspectos técnicos, científicos e regulatórios relativos a insumos farmacêuticos; Técnicas analíticas empregadas na caracterização do estado sólido; Apli cação da análise térmica a fármacos e medicamentos; e Sistema de classificação biofarmacêutica e bioisenções. Organização de setores, fluxo de documentação e de produção; Biodisponibili dade e Bioequivalência: conceituações, fatores

influentes, Ensaios e correlações In vitro/ln vivo; Boas práticas de fabricação, controle e
distribuição de medicamentos; Inspeções sanitárias na indústria farmacêutica; Normas e

procedimentos aplicados à indústria farmacêutica; Registro de Medicamentos e correlatos; Farmacovigilância; Rotulagem de medicamentos; Lote piloto. Tópicos de certificação, qualificação

e validação aplicada à indústria farmacêutica; Boas normas de fabricação; Validação de processos; Salas limpas: construção, funcionamento e testes de esterilidade; Tratamento de Água para fins Farmacêuticos: água para injeção, água destilada, guaá deionizada, água de osmose reversa, controle físicoquímico e microbiológico da água; Formas Farmacêuticas: considerações biofarmacêuticas.


Edital

Confira o edital em http://www.ciaar.com.br/sdgd/files_upload/KMuSRTRVIDXvXclkrOmhMISdElCNXUMrEEaHUgIfzqpLsHYYnjBntkELZUXOmrpikQlaoh.pdf  

Comentários  

# Joao Lorpa 04-04-2013 12:16
Quais os salários? Obrigado
# Rafael N 08-04-2013 18:28
Sabem informar quais os salários?
Obrigado.