Como se Prevenir de Medicamentos
Falsificados


 

Na hora de comprar medicamentos, o que fazer para se proteger de falsificações?


Você tem acompanhado as denúncias pela imprensa e sabe que há verdadeiras quadrilhas de falsificadores de medicamentos agindo no país, colocando em risco a saúde da população. A imprensa também tem mostrado as ações do Ministério da Saúde e da polícia para investigar e punir os criminosos, tirando de circulação os medicamentos falsos. Foi também aprovada, com urgência, uma nova lei que endurece as punições: falsificar medicamentos, agora, pode dar até 30 anos de prisão. No entanto, você continua precisando comprar medicamentos. Esta cartilha pode lhe ajudar a se proteger, tirar suas dúvidas e agir com mais segurança. Fique atento às recomendações e defenda sua saúde.

 

Só tome medicamento por receita do médico


Nada de seguir conselhos de vizinhos, de pessoas da família ou de balconistas de farmácia ou drogaria. Você pode ter surpresas com doses erradas, efeitos imprevistos ou até agravar uma doença por tomar um medicamento errado e sem efeito.

Nunca compre medicamentos em feiras e camelôs.

Só compre medicamentos em farmácias e drogarias, de preferência aquelas que você já conhece.

Muita atenção com promoções e liquidações: preços muito baixos podem indicar que o medicamento tem origem duvidosa, nenhuma garantia de qualidade ou até mesmo pode ser produto roubado.

Exija sempre a nota fiscal da farmácia ou drogaria Nela deve constar, além do nome do medicamento, o número e o lote. Guarde com você a nota fiscal, a embalagem e a cartela ou frasco do medicamento que está sendo usado. Eles são seu comprovante, em caso de irregularidade, para você poder dar queixa.

o medicamento que sempre foi eficaz deixar de fazer efeito de repente ou se a pessoa que está usando o medicamento piorar, recorra ao médico. Ele vai corrigir o tratamento da doença e pode mandar o medicamento suspeito para ser testado pela Vigilância Sanitária.


Na hora da compra VERIFIQUE SEMPRE na embalagem do medicamento:

1. Se consta a data de validade do produto.
2. Se o nome do produto esta bem impresso e pode ser lido facilmente.
3. Se não há rasgos, rasuras ou alguma informação que tenha sido apagada ou raspada.
4. Se consta o nome do farmacêutico responsável pela fabricação e o número de sua