Warning: Illegal string offset 'html' in /home/pfarma/public_html/forum/admin/sources/classes/output/publicOutput.php(1720) : eval()'d code on line 939
Riscos de praticar a auto-hemoterapia - Fórum Farmacêutico

Ir para conteúdo


Riscos de praticar a auto-hemoterapia


9 respostas neste tópico

#1 Fábio Reis

    Administrador - Farmacêutico

  • Administrador
  • PipPipPip
  • 13218 posts
  • Sexo:Homem
  • Localização:Rio de Janeiro

Postado 03 Aug 2007 - 12:24 AM

Conheça os riscos de praticar a auto-hemoterapia

30/07 - Eutanásia, aborto e terapia ortomolecular são alguns dos assuntos
que geram polêmica em torno da saúde. Entretanto, eles não são os únicos.
Nas últimas semanas, um novo tema tem chamado a atenção e até mesmo
despertado preocupação entre os médicos. Trata-se da auto-hemoterapia.

A prática da chamada auto-hemoterapia é definida como um recurso terapêutico
de baixo custo, simples, que consiste em retirar o sangue de uma veia e
aplicar no músculo da própria pessoa da qual o sangue foi retirado,
estimulando assim o Sistema Retículo-Endotelial.

O tratamento que vem sendo apresentado por meio de vídeos em várias cidades
brasileiras não foi reconhecido como prática legal pela Sociedade Brasileira
de Hematologia e Hemoterapia (SBHH).

Segundo Carlos Chiattone, presidente da Sociedade Brasileira de Hematologia
e Hemoterapia e professor de Hematologia da Santa Casa de São Paulo, a
principal questão que deve ser levada em conta não é o fato de as pessoas
serem a favor da auto-hemoterapia ou contra ela e, sim, a falta de fatos
científicos.

"Não existem estudos que comprovem a efetividade do procedimento, como
também não há fatos que indiquem riscos ou não. O problema é que o
tratamento tem sido sugerido como um medicamento para todas as doenças, o
que não pode ser correto por se tratar de diagnósticos diferentes", afirma
Chiattone.

A SBHH, frente a inúmeros questionamentos recebidos, tanto por parte de
profissionais médicos como não médicos, esclareceu em nota à imprensa que
não reconhece a prática do ponto de vista científico.

Ainda segundo a SBHH, por não existirem informações científicas sobre o
referido procedimento, são desconhecidos os possíveis efeitos colaterais e
complicações desta prática, podendo colocar em risco a saúde dos pacientes a
ela submetidos.

Para Chiattone, os pacientes podem correr riscos de infecção do sangue ao
entrar em contato com os microorganismos do ar e também causar absessos no
local em que foi feita a aplicação.

De acordo com médico hemoterapeuta da Universidade Estadual Paulista Júlio
de Mesquita Filho (Unesp), Luís Henrique Susa Mihara, as pessoas não podem
esquecer que todo tratamento deve passar por uma recomendação médica.

"A polêmica em torno da auto-hemoterapia tem sido muito grande. Os pacientes
precisam consultar seus médicos. Tratamentos de doenças graves têm sido
interrompidos em nome da auto-hemoterapia. É preciso bom senso e cautela",
afirma Mihara.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, também publicou, em 13
de abril de 2007, uma nota proibindo aos médicos a utilização de práticas
terapêuticas não reconhecidas pela comunidade científica.

O procedimento da auto-hemoterapia pode ser considerada uma infração
sanitária, estando sujeita às penalidades e punição de seus responsáveis.

Jornalista: Indefinido

(Terra http://saude. terra.com. br/interna/ 0,,OI1588656- EI1713,00. html)

#2 Visitante_Jonas_*

  • Visitante

Postado 03 Aug 2007 - 01:01 PM

É incrível como a autohemoterapia virou sucesso. Em são Paulo podemos perceber clinicas (será?) que oferecem este tratamento como se fosse algo normal.

#3 Visitante_farmaceutico-BH_*

  • Visitante

Postado 07 Aug 2007 - 05:22 PM

É a moda do momento, assim como foi a moda da cartilagem de tubarão, a moda de medicamentos a base de fungos, a moda dos esteroides.
Mais creio que essa moda de autoimunoterapia acabe logo, mais sempre algumas pessoas vão continuar fazendo, assim como algumas pessoas continuam a usar esteroides.

#4 danglar

    Novo no Fórum

  • Membros
  • 1 posts

Postado 09 Jul 2010 - 04:11 PM

Não existem estudos que comprovem a efetividade do procedimento, como
também não há fatos que indiquem riscos ou não. O problema é que o
tratamento tem sido sugerido como um medicamento para todas as doenças, o
que não pode ser correto por se tratar de diagnósticos diferentes"

Ainda segundo a SBHH, por não existirem informações científicas sobre o
referido procedimento, são desconhecidos os possíveis efeitos colaterais e
complicações desta prática, podendo colocar em risco a saúde dos pacientes a
ela submetidos.


Tudo o que se pode dizer contra essa terapia, que tem salvado vidas mundo afora, e isso. Estranho! Não?!

O que dizer de centenas de casos de pacientes que obtiveram cura e remissão dos sintomas de suas doenças através dessa terapia?

Argumementos são contestados, fatos não! dry.gif

#5 Costa

    Novo no Fórum

  • Membros
  • 2 posts

Postado 23 Dec 2010 - 07:17 PM

Visualizar Postfarmaceutico-BH, em 07 Aug 2007 - 05:22 PM, disse:

É a moda do momento, assim como foi a moda da cartilagem de tubarão, a moda de medicamentos a base de fungos, a moda dos esteroides.
Mais creio que essa moda de autoimunoterapia acabe logo, mais sempre algumas pessoas vão continuar fazendo, assim como algumas pessoas continuam a usar esteroides.


#6 Costa

    Novo no Fórum

  • Membros
  • 2 posts

Postado 23 Dec 2010 - 07:17 PM

Tomei conhecimento da auto Hemoterapia através de um funcionario meu que sarou de erisipela com 03 meses de aplicação

estou recebendo aplicações há 04 meses.

resposta para dores de coluna é imediata- após 01 hora da aplicação cessam todas as dores - e há 02 meses não tenho tido mais problemas e dores na coluna.

Tenho uma sinusite crônica que infelizmente ainda não vi nenhum resultado com a auto hemoterapia.

Posso aconselhar a tecnica para problemas de coluna

#7 Wilson Mirandinha

    Novo no Fórum

  • Membros
  • 4 posts

Postado 13 Sep 2011 - 02:15 AM

A AHT vem sendo praticada já ha muitos anos e segundo o Dr. Luiz Moura,no início o seu pai e outros médicos e cirurgiôes usavam este procedimento apenas para diminuir e até zerar em alguns casos, as infecções hospitalares pós operátorias (em número elevado na época), inclusive citando trabalhos antigos publicados a este respeito.
O que hoje está em discussão é a eficácia e a melhora ou cura de algumas doenças através da autohemoterapia, principalmente de um bom numero que não têm alcançado bons resultados pelos tratamentos convencionais. Daí, simplesmente as entidades médicas, a Anvisa e outras simplesmente virem a público e dizer que é proibido porque pode haver contaminação e infecção por microrganismos do ar durante a aplicação ou abcessos e infecções no local aplicado me parece um tanto quanto tendenciosa, porque neste caso, não estamos falando da atuação ou da eficácia do sangue em contato com os tecidos musculares e sim de falhas de técnica na aplicação, imperícia ou negligência, falta de esterilização,assepssia e higiene de quem está retirando e ou aplicando o sangue.
O prórpio Dr. Carlos Chiattone, presidente da SBHH em suas declarações diz que "não existem estudos científicos que comprovem a eficácia do procedimento, como também não há fatos que indiquem riscos na sua aplicação". Já o Dr. Luiz Henrique Susa Mihara, médico hematoterapeuta da Unesp, com propriedade, argumenta que deve haver bom senso e controle em suas indicações e usos e que a autohemoterapia não deve ser vista como um medicamento para todas as doenças. Assim, ficam as perguntas a serem respondidas por quem de direito :
A AHT(autohemoterapia) não deveria ser melhor pesquisada ?
Porquê, ao invés de proibir, a Anvisa e outras entidades médicas não se interessam em promover estudos e pesquisas para provar ou não a eficácia da autohemoterapia ?
Porquê já se permite o uso pelos médicos do "PRP(plasma rico em plaquetas), que nada mais é do que uma autohemoterapia mais sofisticada, onde se retiram sómente os glóbulos vermelhos através da centrifugação e o plasma rico em plaquetas e macrófagos é aplicado próximo ou no local da lesão, acelerando em muito o processo de cura e cicatrização ?
Porquê é uma técnica barata e ao alcance de toda a população pobre ?
Porque a máfia dos laboratórios e da Indústria de medicamentos terão enormes prejuizos ?
Existem casos comprovados de sequelas ou riscos na aplicação deste procedimento ?
É mentira que a presença do sanque da prórpia pessoa no musculo ativa o SRE(Sitema Retículo Endotelial) e desta forma, ativa o nosso sitema imunológico, aumentando práticamente em 4 vezes as nosso defesas orgânicas ?
Qual a razão de tanta intolerância aos achados, conquistas, melhoras e até curas com a autohemoterapia ?

"O QUE NÃO É EXPRESSAMENTE PROIBIDO, PODE SER PERMITIDO"

Wilson Mirandinha, é cirurgião-dentista e mora em Araraquara - S.P.(wilsonmirandinha@yahoo.com.br)

#8 Fábio Reis

    Administrador - Farmacêutico

  • Administrador
  • PipPipPip
  • 13218 posts
  • Sexo:Homem
  • Localização:Rio de Janeiro

Postado 13 Sep 2011 - 02:56 AM

Olá Wilson.

Concordo com você.

Realmente tenho que confensar que no momento não sei me posicionar sobre o assunto, pois os últimos artigos sobre o assunto que li foram em 2007 ano que essa matéria foi publicada aqui no fórum.

Vejo a hemoterapia, assim como outras medicinas alternativas, como a acupuntura , homeopatia etc. Mesmo quando estas são especialidades médicas reconhecidas não exatamente será de total reconhecimento por parte da população, como acontece com a homeopatia que ainda sofre muito preconceito tanto pela sociedade como por pesquisados.

#9 Wilson Mirandinha

    Novo no Fórum

  • Membros
  • 4 posts

Postado 26 Sep 2011 - 09:51 AM

Visualizar PostFábio Reis, em 13 Sep 2011 - 02:56 AM, disse:

Olá Wilson.

Concordo com você.

Realmente tenho que confensar que no momento não sei me posicionar sobre o assunto, pois os últimos artigos sobre o assunto que li foram em 2007 ano que essa matéria foi publicada aqui no fórum.

Vejo a hemoterapia, assim como outras medicinas alternativas, como a acupuntura , homeopatia etc. Mesmo quando estas são especialidades médicas reconhecidas não exatamente será de total reconhecimento por parte da população, como acontece com a homeopatia que ainda sofre muito preconceito tanto pela sociedade como por pesquisados.


#10 Wilson Mirandinha

    Novo no Fórum

  • Membros
  • 4 posts

Postado 26 Sep 2011 - 10:57 AM

Araraquara, 26 de setembro de 2011
Olá Fábio, bom dia :-
O meu comentário a respeito da AHT, é quase que um desabafo ou uma indignação com o que estão fazendo com este tipo de tratamento, que me parece está
dando resultados muito bons em vários tipos de doenças e até curas em n casos relatados. O que me espanta e me deixa indignado é que não se promove
pesquisas científicas sérias ou não se permite que outros o façam e sem nenhum critério, vêm a público dizer que é proibido e que a Anvisa e outras entidades médicas vão cassar os diplomas e impedir as pessoas de utilizarem este procedimento para tratar as doenças. Tenho quase certeza de que realmente é coisa da máfia da industria farmacêutica e de algumas entidades que tem interesses maiores(financeiros, é claro), do que propiciar aos menos afortunados qualquer tipo de tratamento barato e acessível. Gostaria de saber se alguém teve algum tipo de problema ou sequela, ou mesmo, que o uso da AHT(autohemoterapia)tenha provocado algum efeito colateral ou reação adversa ao organismo. Eu tenho um princípio de que se o uso de algum remédio, planta , raiz ou procedimento, técnica ou aplicação está tendo sucesso e NÃO TEM CONTRA-INDICAÇÃO, NEM EFEITO COLATERAL, pode ser usado, evidentemente com critério e prudência para tentar a cura de alguma doença. Está sendo, veladamente, permitido que os médicos em seus consultórios, clínicas e hospitais façam a aplicação do PRP (plasma rico em plaquetas)em lesões e tratamentos de contusões porque este procedimento acelera a reparação e recuperação destas lesões, propiciando uma volta ás atividades num espaço de tempo bem menor, o que é ótimo. Mas o que é a aplicação do PRP(plasma rico em plaquetas),senão uma AHT(autohemoterapia)um pouco sofisticada e MUITO MAIS CARA porque o sangue tem que ser levado a um laboratório, centrifugado, utilizando-se o plasma sem os glóbulos vermelhos e este procedimento laboratorial mais a aplicação pelo médico, encarece e muito a técnica e o seu uso (varia de R$ 300,00 até R$ 1500,00 ou mais por aplicação !!!). Será que a aplicação do sangue normal com os glóbulos vermelhos não faz o mesmo efeito ? O que os glóbulos vermelhos atrapalham ?. Parece-me uma técnica para ganhar dinheiro, e assim para poucos se utilizarem dela pelo seu custo. A palavra é PESQUISAR, PROVAR E APROVAR, e olhar um pouco para baixo para ver como os pobres e humildes tem que ralar e gastar o que tem e o que não tem para sobreviver. É uma simples questão de DECÊNCIA, RESPEITO E HUMANIDADE, que o vil metal impede a massificação do seu uso. Vamos apelar para o bom senso das autoridades Médicas, Sanitárias e principalmente da Saúde para que revejam os seus conceitos e tentem
ajudar o próximo.
Wilson Mirandinha(é cirurgião-dentista e mora em Araraquara-S.Paulo)