Glossário de Plantas Medicinais


 

 

TAIUIA

(TRIANOSPERMA TAYUYA)

 

 

 

 

TAMARISK

(TAMARIX GERMANICA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TAMBOURINE

(ENTEROLOBIUM MAXIMUM)

 

 

 

 

TANSY

(TANACETUM VULGARE)

 

 

 

 

 

 

 

 

TAPIOCA

(CONVOLVULUS HEDERACEUS)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TARUMÃ(VITEX ORINOCENSIS)

 

 

TARWEED

(ERIODICTYON CALIFORNICUM)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TEREBENTHINE

(TEREBENTHINA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TEA

(TEA SINENSIA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TEA TREE

(MELAEUCA ALTERNATIFOLIA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

THE LINDEN TREE

(TILIA SYLVESTRIS)

 

THORN APPLE

(DATURA METEL)

 

 

 

 

THYME

(THYMUS SERPILLUS)

 

 

 

 

 

TIRIRICA

(CYPERUS BRASILIENSES)

 

 

TOBACCO

 

 

 

 

TOLU BALSAM

(MYROXYLON TOLUIFERA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TOLUIFERA PEREIRA

(

 

 

TOOT-BERRY

(CORIARIA RUSCIFOLIA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRAILING ARBUSTUS

(EPIGAEA REPENS)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TREE OF LIFE

(THUJA OCCIDENTALIS)

 

 

 

 

 

 

 

TREE OF HEAVEN

(AILANTHUS GLANDULOSA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TUCUM

(BACTRIS MAJARA)

 

 

 

 

 

TUCUMÃ

(TUCUMA PALMACEA)

 

 

 

TUNGUE

(ALEURITES FORDII)

 

 

 

 

 

 

 

TURMERIC

(CURCUMA LONGA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TUSSILAGUS

(TUSSILAGUS NUTANS)

 

 

 

UMARI

(GEOFFROYA UMARI)

 

 

 

 

UMBRA TREE

(SPONDIAS PURPUREA)

 

 

 

 

 

 

 

 

URUNDARY

(ASTRONIUM ORIUNDEUVA)

 

 

 

 

URZELA

(ROCCELA TINCTORIA)

 

 

 

UTUAPOCA

(GUAREA SPICAEFLORA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VERVAIN

(VERBENA OFFICINALIS)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VETIVER

(ANANTHERUM)

 

 

 

 

 

 

 

VINHÁTICO

(PLATHYMENIA FOLIOSA)

 

 

 

VIOLET

(VIOLA ODORATA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VIRGINIA CREEPER

(PARTHENOCISSUS)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WALL GERMANDER

(TEUCRIUM CHAMAEDRYS)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WATER AVENS

(ERVA BENTA)

 

 

WATER CRESS

(SYSYMBRIUM NASTURTIUM)

 

 

WATER HEMLOCK

(CICUTA MACULATA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WAXWEED

(CUPHEA VISCOSSIMA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WELL=S VARIETY

(GENTIANA QUINQUEFLORA)

 

 

 

 

 

WEEPING FIG

(FICUS RELIGIOSA)

 

 

 

 

 

 

WHEAT

(TRITICUM VULGARIS)

 

 

 

 

WHITE EXCELSIOR

(IRIS TEMAX)

 

 

 

 

 

 

WILD CABBAGE

(ANDIRA ANTHELMINTICA)

 

 

 

 

 

WILD MARJORAN

(ORIGANUM VULGARE)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WILD YAM

(DIOSCOREA VILLOSA)

 

 

 

 

WILL SCARLET

(LOLIUM TEMULENTUM)

 

 

 

 

 

WINDFLOWER

(ANEMONE HEPATICA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WINTER CHERRY

(PHYSALIA ALKENGI)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WINTERGREEN

(GAULTHERIA)

 

 

 

 

 

 

WINTER HELIOTROPE

(PETASISTES OFFICINALLIS)

 

 

 

 

 

 

 

WHITE BRYONY

(BRYONIA ALBA)

 

 

 

 

 

WILLOW

(SALIX AMERICANA)

 

 

 

 

 

 

 

WITCH-HAZEL

(HAMAMELIS VIRGINICA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WOLFBANE

(ACONITUM LYCOCTUM)

 

 

 

 

 

WOODDRUFF

(ASPERULA ODORATA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WOODY NIGHTSHADE

(DULCAMARA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

WORMWOOD

(ABSINTHIUM)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

YELLOW LUPINE

(CACTUS PERUVIANS)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

YEW

(TAXUS BACCATA)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

YOHIMBO

 

TAIUIÁ

Gênero de  planta pertencente a família das Cucurbitáceas.

 

TAMARINDO

Gênero de árvore  perene, cultivada para extrair suas flores e os respectivos  racemos. Em temperaturas amenas, são  muito resistente ao vento e adapta- se bem a regiões montanhosas. Precisa de sol e solo bem irrigado. Efetuar podas para conter  o crescimento. Multiplica- se por brotação no inverno.

 

TAMBORIL

Gênero de árvore natural do Brasil pertencente a família das Leguminosas, que cresce principalmente em Minas Gerais.

 

TANACETO  VULGAR

Gênero de perene aromática, cultivada para extrair suas flores semelhantes a margaridas. Desenvolve-se ao sol e solo fértil, bem irrigado. Multiplica-se por divisão na primavera.

 

TAPIOCA DE PURGA

Gênero de herbácea pertencente a família das Convolvuláceas, de pequeno porte, com folhas pequenas e cordiformes.

 

TARUMÃ

Gênero de planta conhecida também como Cinco folhas, cujos frutos são comestíveis.

 

ERVA SANTA

Gênero de arbusto aromático perene, pertencente a família das Hidrophylláceas, caracterizado por apresentar altura de até 2 metros, rizoma lenhoso; folhas serrilhadas, verde escuras; flores brancas ou azuldas.

É originária da América do Norte, desde Oregion, Califórnia até Serra Nevada.

 

 

TEREBENTINA

Gênero de árvore perene da família das Coníferas, das quais se extraí o óleo de terebentina, que escorre através do corte dos ramos. A essência de terebentina é utilizada na Homeopatia, obtido através da destilação. As diversas  potências são obtidas a partir de diluições sucessivas de uma mesma substância.

CHÁ VERDE

Gênero de árvore de pequeno porte ou arbusto muito ramificado pertencente a família das Teáceas, caracterizado por apresentar uma altura de 1-2 metros; folhas alternadas, persistentes, pecioladas e serrilhadas; flores axilares agrupadas de duas a três unidades; fruto capsular com 2-3 sementes.É originário do sudeste asiático, China e  Índia, sendo mutio cultivado em países com clima úmido

ÁRVORE DE CHÁ

Gênero de árvore aromática, pertencente a família das Mirtáceas, caracterizada por apresentar uma altura de 5- 7 metros, folhas pontiagudas, flores brancas com cinco pétalas dispostas em espigas densas de até 3,5 cm de largura, que aparecem na primavera. O fruto é uma pequena cápsula lenhosa. É originária da Austrália e Polinésia Francesa.

 

TÍLIA

Gênero de tilácea das regiões temperadas muito cultivada na Europa.

SAIA BRANCA

Gênero de árvore da família das Solanáceas, originária da Índia. A tintura é preparada com as sementes trituradas.

TOMILHO

Gênero de arbusto retorcido e arqueados, com folhas aromáticas. Precisa de sol e solo úmido. Multiplica-se por germinação no verão.

TIRIRICA

Gênero de planta brasileira pertencente a família das Graamíneas.

TABACO

Gênero de planta da família das Solanáceas, que possuí propriedades muito tóxicas

BÁLSAMO DE TOLU

Gênero de planta da família dasLeguminosas,originária da Colômbia, Venezuela, Brasil e outros países da Américas dfo Sul. É uma árvore de grande altura, de tronco direito, ostentando casca bastante espessa, enrugada e de cor cinzento- escura; folhas pecioladas e alternadas, com folíolos compridos e sem pêlos, e flores de cor branca e dispostas em cachos. O fruto é uma vagem em pedúnculo pequeno, pardacenta, tendo de 12 a 13 centímetros de comprimento e contendo sementes que exalam agradável aroma.

TOLUIFERA PEREIRA

Gênero de Leguminosa da América Central, cuja tintura é preparada com o suco resinoso.

CORIARIA

Gênero de arbusto floresce no verão ou na primavera, cultivado para extrair as folhas e frutos. Precisa de luz solar e solo fértil, bem irrigado. Multiplica-se por germinação no verão ou semeadura no outono. As folhas e frutos podem causar leve indisposição estomacal se ingeridos. Em outras espécies, os frutos são comestíveis.

 

AVENCA

Gênero de perene que floresce na primavera. Precisa de sombra e solo úmido, rico em humus. Multiplica-se por semeadura na primavera ou germinação no começo do verão.

TUIA

Gênero de conífera ereta, algumas vezes frondosas e abustiformes. Folhagem serrilhada é verde claro ou amarelado na copa e sementes com aroma de avelãs, quando trituradas. O contato com a folhagem pode agravar alergias de pele.

AILANTO

Gênero de árvore perene, cultivada para extrair a folhagem e frutos. Pode ser especialmente benéfica, na medida em que suporta a poluição urbana. Precisa de sol ou meia sombra e solo bem irrigado, fértil. Multiplica-se por semeadura no outono. As endospermas exalam um odor desagradável.

TUCUM

Gênero de palmeira brasileira que tem altura de 5 a 9 metros, sendo suas palmas um pouco espessas, estreitas e guarnecidas de espinhos.

TUCUMÃ

Gênero de planta abrasileira pertencente a família das Palmeiras.

 TUNGUE

Gênero de planta pertencente a família das Euforbiáceas, originária da China.

 

 

CURCUMA

Gênero de planta herbácea perene, pertencente a família das Zingiberáceas, caracterizada por apresentar um grande rizoma ovalado, com tubérculos cilíndricos, folhas grandes e flores amarelas de 10-15 cm de espessura. É originária da Índia e sudeste da Ásia, sendo posteriormente introduzidana América (Antilhas ) e regiões temperadas da Europa. Cresce sobre solos úmidos, ricos

TUSSILAGO VACCINA

Gênero de sinántera originária do Brasil, cuja raiz encerra um princípio aromático.

 

UMARI

Gênero de árvore brasileira pertencente a família das Leguminosas.

 

UMBUZEIRO

Gênero de árvore brasileira pertencente a família das Anarcadiáceas, com ramos esbranquiçados, folhas com folíolos elípticos e compridos e frutos pequenos, lisos, avermelhados.

URUNDEI-PITA

Gênero de árvore brasileira pertencente a família das Anarcadiáceas, de grande porte, chegando a ultrapassar 20 metros.

URZELA

Gênero de líquen ou musgo pertencente a família das liquináceas, encontrado na Ásia, Europa, América e Brasil.

UTUAPOCA

Gênero de árvore pertencente a família das Meliáceas, de belo aspecto, com folhas compostas, de folíolos oblongos. As flores se apresentam em cachos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VERBENA

Gênero de planta perene pertencente a família das Verbenáceas, caracterizada por apresentar altura entre 35 e 80 cm, talos quadrangulares rígidos, pouco ramificados e folhas opostas, escassas, pecioladas e lanceoladas, com até 6 cm de largura. As flores são pequenas, dispostas em uma espiga delgada, de cor lilás. É originária da zona mediterrãnea.

 

 

CAPIM CHEIROSO

Gênero de arbusto medicinal, cultivado nas Ilhas Marakentas. A tintura é extraída da raiz.

VINHÁTICO

Gênero de árvore pertencente a família das Leguminosas, de grande altura, tronco bem grosso e ramos em abundância.

VIOLETA

Gênero de pequena planta perene pertencente a família das Violáceas, caracterizada por apresentar uma altura de 15 cm, rizoma curto, folhas pubescebtes e flores muito perfumadas, de cor violeta na mairia dos casos. É originária da Europa, Ásia setentrional, norte da áfrica e América do Norte.

VIDEIRA SILVESTRE

Gênero de perenes, ramos fibrosos e trepadeiras, cultivados para extrair suas folhas de um colorido extremamente bonito. Desenvolve-se ao sol e solo bem irrigado. Multiplica -se  por brotação no verão.

 

CARVALHINHA

Gênero de planta arbustiva, perene, pertencente a família das Labiadas, caracterizada por apresentar altura de 10  a 30 cm, caule ereto, algumas manchas púrpuras, folhas serrilhadas e brilhantes com 2 cm de espessura e flores de cor rosa ou púrpura dispostas em cachos. É originária da Europa e sudeste da Ásia, sendo posteriormente introduzida em outras regiões.

ERVA BENTA

Gênero de arbusto da família a planta inteira, colhida na primavera.

AGRIÃO

Gênero de planta herbácea pertencente a família das Crucíferas, que cresce pouco e tem consistência delicada. O caule mede de 25 a 30 centímetros de comprimento. As folhas são recortadas nas bordas e se compõem de folíolos ovais. As flores são de cor branca e pequens e nascem na parte mais alta da planta, sendo que as sementes sao escuras e ovais.

 

CICUTA AQUÁTICA

Gênero de umbelífera. A tintura é extraída da raiz, colhida no verão.

 

 

 

SETE SANGRIAS

Gênero de arbusto perene cultivado para extrair as flores. Adapta-se a luz solar e solo fértil, bem irrigado. Podar após a floração, de forma a possibilitar o crescimento. Multiplica-se por semeadura no verão ou por germinação na primavera ou no verão

 

GENCIANA VARIEGADA

Gênero de herbácea da família das Gentináceas. A tintura é preparada  com uma decocção da erva , colhida nos meses desetembro e outubro

 

FIGO RELIGIOSO

Gênero de espécie da família das Moráceas. A tintura é preparada com o extrato das folhas frescas misturado com partes iguais de álcool

TRIGO

Gênero de planta pertencente a família das Gramíneas.

ÍRIS TEMAX

Gênero de bulbo da família das Iridáceas. A fibra da planta é tão forte que é utilizada pelos índios de Oregon para fazer corda. A tintura é extraída dos bulbos

BARBASCO

Gênero de perene tuberosa, cultivada principalmente para extrair as  flores, geralmente amarelas. Precisa de luz solar ou sombra parcial. Multiplica-se por estaquia na primavera

ORÉGANO

Gênero de planta aromática perene pertencente a família das Labiadas, cujo caule erguido pode alcançar 75-90 cm de altura. As folhas possuem cor esverdeada, as flores são pequenas, rosadas. É originário do Mediterrâneo e outras regiões ocidentais da Ásia

 

ANGELIM

Gênero de planta da família das Legumináceas, cuja parte utilizada é a sementes, para o preparo da tintura mãe.

 

LOLIUM TEMULENTUM

Gênero de  Gramínea. A tintura é preparada com as sementes maduras.

 

ANÊMONA DOS PADROS

Gênero de perene que floresce na primavera,  com flores em forma de xícara. As folhas são de arredondadas a ovais, divididas  em de 3-15 folhelhos. Adapta-se a solos ricos em húmus e bem irrigados. Multiplica-se por divisão na primavera ou semeadura no final do verão.

BEXIGA DE PERRO

Gênero de planta perene, pertencente a famíla das Solanáceas, caracterizada por apresentar uma altura entre 50-110 cm; folhas pecioladas; flores isoladas, de cor branca, que aparecem no final do outono; o fruto é comestível, do tamanho de uma cereja.

É originária da Europa central e Ásia ocidental, até o Japão. Cresce em terrenos baldios, vinhedos, até 1500 metros de altura

CHÁ DO CANADÁ

Gênero de espécie da família das Ericáceas. A tintura e óleo são preparados com as folhas frescas.O óleo contém metil salicílico, e é uma das fontes de Salicínio.

PETASISTES  OFFICINALLIS

Gênero de perenes invasivas, cultivadas para extrair suas folhas, comumente largas. Adapta -se ao sol ou sombra e precisa de solo bem irrigado. Multiplica-se por divisão na primavera ou verão.

BRIÔNIA BRANCA

Gênero de perene também conhecida como Angustura falsa, pertencente a família das Longuináceas. A tintura é extraída da trituração da planta inteira

SALGUEIRO

Gênero de árvore e  cultivada para extrair a folhas e os brotos. Os amentilhos  masculinos são mais chamativos que os das hemafroditas. Multiplica-se por germinação no verão.

 

HAMAMELIS

Gênero de arbusto da família das Saxífragáceas, abundante na América do Norte, Canadá e México. Diferencia-se das demais flores por suas flores. As folhas tem primeiramente sabor amargo, adstringente , depois azedo e em seguida doce e prolongado. A tintura mãe é preparada com as raízes e folhas secas maceradas em uma solução hidroalcoólica.

MATA-LOBOS

Gênero de perene da família das Ranuculáceas, cuja tintura é extraída da planta inteira fresca, colhida na primavera

ASPÉRULA

Gênero de anual e perene, aconselháveis para o plantio em casas alpInas. Precisa de solo fértil e bem irrigado ,com umidade nas raízes. Os apêndices da corola das flores não toleram umidade. Multiplica-se por germinação ou semeadura no começo do verão.

ERVA MOURA

Gênero de trepadeira da família das  Solanáceas. O sabor de sua folha é primeiro doce, depois amargo, o que faz jus ao seu nome.A tintura mãe é preparada    Com a maceração, em solução hidroálcoolica, dos pecíolos e das flores, colhidas um pouco antes da floração.

 

 

ABSÍNTIO

Gênero de herbácea com sabor amargo, nativas da Europa e cultivada em muitos jardins, utilizada para o preparo de liquores na França, cujos efeitos são muito prejudiciais, devido a sua toxicidade.

 

XIQUE-XIQUE

Gênero de arbusto pertencente a família das Pináceas, que cresce em diversas partes da América, inclusive o Brasil, onde é encontrado em alguns Estados, sobretudo sertões do nordeste. É planta herbácea, cujo tronco se caracteriza por angulosidades e é guarnecido de espinhos, tendo ainda ramos marcados por profundos sulcos.

 

TEIXO

Gênero de árvore ou pequeno arbusto pertencente a família das Sapindáceas,de folhas planas e flores masculinas e femininas, sendo que estas úlitmas se dispõe isoladamente.

 

YOHIMBO