Plano de Contingência para enfrentamento de organismos multirresistentes

alerta-sanitarioA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançou, nesta semana, o Plano de Contingência dos Mecanismos de Resistência nas Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde por Enterobactérias do estado do Rio Grande do Sul (Placon-RM). O documento estabelece os procedimentos a serem adotados pelos serviços de saúde e órgãos envolvidos diretamente na resposta à ocorrência de eventos adversos infecciosos.


O Plano foi elaborado para ser aplicado em serviços de saúde que possuam Unidades de Terapia Intensiva e Serviços de Urgência e Emergência do Rio Grande do Sul, sob a coordenação da vigilância sanitária estadual. Ele recomenda e padroniza os aspectos relacionados à identificação, notificação, prevenção, interrupção, monitoramento e resposta dos casos.

A resistência aos antibióticos pelas enterobactérias é um grave problema de saúde pública de âmbito mundial, particularmente pela limitação de opções terapêuticas e pela elevada mortalidade. O Placon-RM foi desenvolvido a partir dos resultados da investigação do surto de infecção/colonização por Providencia rettgeri e Enterobacter cloacae contendo o mecanismo blaNDM-1 que, até junho de 2013, colonizou seis e infectou um paciente em um serviço hospitalar da capital do Rio Grande do Sul.

Na próxima semana, a Anvisa irá realizar duas reuniões com representantes de hospitais do interior do estado. A Agência também está concentrando esforços para implantar uma sub-rede de laboratórios, para realização de testes de identificação e confirmação de micro-organismos multirresistentes.

Fonte: Anvisa