Anvisa suspende produtos de limpeza, álcool gel, Pimenta do Reino e água sanitária

suspenso anvisa

Anvisa suspende produtos de limpeza sem registro

 


A Anvisa determinou a suspensão da fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e uso de todos os produtos fabricado pela empresa TMQ Indústria Química LTDA - EPP

A determinação ocorreu porque o produto não possui registro, notificação ou cadastro na Anvisa. Além disso, a empresa não detém Autorização de Funcionamento.

A medida está na Resolução RE 1.561/2016 (http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=60&data=17/06/2016), publicada nesta sexta-feira (17/6) no Diário Oficial da União (DOU).

A Agência também suspendeu a fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e uso do produto Polli Brilho Cloro. O produto é fabricado pela empresa Trento Indústria Química de Ceras e Velas Ltda, e não tem registro na Anvisa.

A medida está na Resolução 1.563/2016 (http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=60&data=17/06/2016) publicada nesta sexta-feira (17/6) no Diário Oficial da União (DOU)

A Anvisa determinou, ainda, a suspensão da fabricação, divulgação, comercialização e uso do saneante Inset Mofo. O produto é fabricado pela empresa Indústria Oriental Ltda, e não tem registro na Anvisa.

A medida está na Resolução 1.564/2016 (http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=60&data=17/06/2016) publicada nesta sexta-feira (17/6) no Diário Oficial da União (DOU)

 

Anvisa suspende lote de álcool gel sem registro

 

A Anvisa determinou a suspensão da fabricação, distribuição e comercialização e uso do produto Álcool Etílico Gel 70 GL. O produto é fabricado pela empresa Verdes Mares Indústria Química Ltda– EPP. O álcool não tem registro na Anvisa.

A Agência determinou que a empresa promova o recolhimento do produto.

A medida está na Resolução nº 1.562/2016 (http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=60&data=17/06/2016), publicada nesta sexta-feira (17/6) no Diário Oficial da União (DOU).

 

Lote de Pimenta do Reino Pirata é proibido

 

O lote 387.589 EC da Pimenta do Reino Preta Moída, da marca Pirata foi proibido pela Anvisa. O motivo foi a identificação de fragmento de pelo de roedor em limite acima da tolerância permitida pela legislação. O lote tem validade até 27/05/2017.

De acordo com a resolução RDC 14/2014, o limite de matéria estranha em pimenta do reino preta é de um fragmento para cada 50 gramas do produto.

A análise foi feita pela Fundação Ezequiel Dias, de Minas Gerais, e encaminhada à Anvisa pela Diretoria de Vigilância em Alimentos de MG.

Com isso a empresa Domingo Costa Indústrias Alimentícias S.A., fabricante do produto, deverá promover o recolhimento do estoque ainda existente no mercado.

A medida está na Resolução RE nº 1.569 (http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=61&data=17/06/2016), publicada nesta sexta-feira (17/6) no Diário Oficial da União (DOU).

Conheça a norma sobre matérias estranhas em alimentos e bebidas: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33880/2568070/rdc0014_28_03_2014.pdf/9a5267c3-848f-4c62-b305-e63f25d6118e

 

Anvisa suspende água sanitária Beira Rio

 

A Anvisa determinou a suspensão de todos os lotes dos produtos Água Sanitária Beira Rio, da empresa Fraga Neves Produtos de Limpeza Ltda. Os itens não possuem registro, notificação ou cadastro na Agência. Com isso, a empresa deve promover o recolhimento do estoque no mercado.

Confira a medida que está na Resolução nº RE 1.571 (http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=61&data=17/06/2016), publicada nesta sexta-feira (17/6) no Diário Oficial da União (DOU).

Fonte: Anvisa