Gasto mundial com medicamentos em 2016 será de 1,2 trilhões

venda-medicamentos-2016De acordo com um estudo publicado quinta-feira pelo IMS (Institute for Healthcare Informatics) a despesa global com medicamentos sujeitos a prescrição médica atingirá cerca de $1,2 bilhões de dólares em 2016, em 2011 o gasto foi de $956 bilhões de dólares.



O estudo prevê que o crescimento na despesa global com medicamentos em 2016 será entre 5 e 7%, ainda assim acima dos valores esperados para o mesmo período: 3 a 4%.

 

"A previsão de bilhões de dólares de custos com medicamentos para 2016 representa uma recuperação no crescimento que irá acentuar as dificuldades de acesso e de financiamento tanto para o consumidor como para os financiadores de saúde em todo o mundo", comentou Murray Aitken, diretor executivo do IMS. O crescimento deverá ser impulsionado principalmente pelo "aumento do volume transacionado nos mercados farmacêuticos emergentes e um ligeiro aumento nos gastos em países mais desenvolvidos", observou o relatório.

 

Estima-se que a despesa com medicamentos sujeitos a receita médica em 16 mercados farmacêuticos emergentes, que inclui o Brasil, irá quase duplicar para entre $345 e $375 bilhões de dólares em 2016, comparativamente aos $194 bilhões do ano passado. "É resultado do crescimento econômico forte nestes países", comentou Michael Kleinrock, diretor de pesquisa do IMS, acrescentando que "quando milhões de pessoas saem da pobreza extrema, começam a ter a capacidade de adquirir medicamentos e serviços."

 

Segundo o relatório, estes mercados emergentes, que incluem Brasil, China, Índia, México, Paquistão, Rússia, Turquia e África do Sul, irão trazer um aumento de 30% da despesa global com medicamentos em 2016, em comparação com aos 20% registrados em 2011.

 

Por outro lado, prevê-se que a despesa global com medicamentos nos mercados mais desenvolvidos irá abrandar aumentando de um total de $60 para $70 bilhões de dólares de 2011 a 2016, comparativamente ao aumento de $104 bilhões de dólares entre 2006 e 2011.

 

Nos EUA, expirações de patentes de produtos de marca irão atingir o seu pico entre 2012 e 2013, com um aumento inferior a 2% nas vendas de medicamentos durante esses anos. Estima-se que a despesa com medicamentos sujeitos a receita médica nos EUA representará 31% do total mundial em 2016, comparativamente aos 34% em 2011. Além disso, a despesa na UE e Japão cairão para 23% do mercado global em 2016 comparativamente aos 29% ano passado.

 

O relatório indica que os laboratórios farmacêuticos "vão ter um crescimento reduzido nos seus produtos de marca até 2016," espera-se que o mercado para esses medicamentos tenha um crescimento anual nulo ou até 3% em 2016, representando $615 bilhões a $645 bilhões de dólares, acima dos $596 mil milhões de dólares registrados em 2011. O crescimento de produtos de marca nos principais países desenvolvidos "será muito restrito... devido a expirações de patentes, aumento de ações de contenção de despesa e investimento reduzido nos novos produtos".


Fonte: FistWord Pharma