CRF-SP quer exame de proficiência para Farmacêuticos

exame-proficiencia-farmaceuticoO Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP), junto com conselhos regionais de saúde dos outros estados, buscam apoio de senadores e deputados para projeto que pretende viabilizar um projeto de lei para a realização de exames de proficiência para recém-formados.


O texto propõe a realização de exames obrigatórios ao final dos cursos visando a melhoria da qualidade do ensino e dos serviços que serão oferecidos à comunidade. A sugestão é a de que o projeto seja uma emenda do projeto de lei 559/07, que trata sobre a realização de exame de suficiência como requisito para a obtenção de registro profissional.

O documento já foi entregue no Senado Federal para o senador Cyro Miranda (PSDB-GO), relator do projeto de lei 217/04, que trata de proficiência na área da medicina. O senador sinalizou em fazer um projeto específico para as outras áreas da saúde, inclusive para o farmacêutico.

O presidente do CRF-SP, dr. Pedro Eduardo Menegasso, enfatiza que a qualidade do ensino é também uma das grandes preocupações da entidade e lembra que os cursos universitários de saúde refletem a situação precária do ensino no Brasil, em todos os níveis. “Nossa luta é contra a banalização da profissão e para não colocar a saúde da população em risco.”

Além do CRF-SP, a medida é apoiada pelo Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), Medicina (Cremesp), Biologia (CRBio-1), Biomedicina (CRBM-1), Educação Física (CREF4-SP), Enfermagem (Coren-SP), Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito-3), Fonoaudiologia (CRFa-2) e Medicina Veterinária (CRMV-SP).

 

* Com informações do CRF-SP

Comentários  

# Juliana Moura Tizo 25-11-2013 13:36
Concordo com isso, mas se estao fazendo de tudo para que profissionais da saude, inclusive farmacêutico, seja avaliado por sua capacidade e competencia, nada mais justo do que aumentar o piso salarial do farmacêutico, que e uma vergonha!!!
Querem que o farmacêutico prescreva, medique, e continue com esse salariozinho??? E muito responsabilidad e para pouco salario!!!