Farmácia: A profissão das oportunidades

bpf boas praticas de fabricacao


Farmacêuticos falam sobre as áreas que oferecem boas opções para profissionais que buscam uma carreira de sucesso e de realizações

No ano 2000, Elenice Incerti Rabelo Mesquita, hoje com 40 anos, formou-se em Farmácia pela Unifenas, em Alfenas, e se mudou para Belo Horizonte – na época seria apenas por um período – para fazer estágio na empresa de perfumes e cosméticos L’acqua di Fiori. “Eu sempre gostei muito dessa área. Queria ficar, mas dava medo, pois iria para uma indústria de grande porte e achava que não tinha capacidade devido à inexperiência”, explica. Quando terminou o período de estágio, surgiu uma vaga na área de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e ela foi convidada a ficar. Depois disso houve o crescimento profissional: desde 2005 ela gerencia a área de pesquisa e desenvolvimento e o setor regulatório da L’acqua di Fiori. “Eu já cheguei onde queria chegar, me sinto uma pessoa realizada”, afirma.

No trabalho diário são feitas pesquisas das novas matérias primas que estão no mercado, tendências; ideias de novos lançamentos; manipulação, avaliação e estabilidade de produtos; análise olfativa, sensorial e efetiva; regulamentação e registro dos produtos junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), entre outras atividades. “É muito bom ver um produto no mercado e saber que participei do desenvolvimento. Nós somos uma equipe e todos participam ativamente de todas as atividades”, ressalta Elenice. A profissional fez pós-graduação de Tecnologia em Cosméticos, em Belo Horizonte, e participa com frequência de feiras nacionais e internacionais, congressos, workshops, eventos ligados a perfumaria, higiene pessoal e cosméticos, além de palestras, convenções e grupos que discutem assuntos sobre a área.

A principal dica de Elenice para quem ainda está se formando é: “tudo que se vê durante a graduação, precisará futuramente. Tem que estudar e aproveitar as oportunidades. Quando saímos da faculdade temos muita insegurança, no entanto não precisamos ter medo, pois tudo que encontramos no mercado está diretamente relacionado ao que vimos durante o curso”. Além disso, investir em estudos e em novos conhecimentos é sempre válido. “Nunca despreze uma matéria por pensar ser inútil, pois, com certeza, precisará dela no futuro”, alerta.

O farmacêutico Arthur Assini teve oportunidade semelhante à de Elenice. No último período da graduação, o recém-formado fez um estágio de conclusão de curso no Laboratório Hermes Pardini e logo depois se formou, no fim de 2012. No início do ano seguinte teve a oportunidade de fazer um processo seletivo no laboratório para uma vaga no Departamento de Genética Molecular, um especialidade das análises clínicas, e foi aprovado. “Acredito que iniciei bem minha carreira profissional, dentro de uma das empresas de maior destaque no ramo”. O profissional se sente bastante feliz no ambiente de trabalho. “A minha equipe é muito positiva. A relação com meus superiores é saudável, tenho autonomia e liberdade para me expressar. Fiz amizade com todos, independentemente do nível hierárquico".

Visando ampliar ainda mais a capacitação nesse início de carreira, Arthur começou a fazer uma pós-graduação em Gestão e Administração de Empresas na Fundação Getúlio Vargas (FGV). “Com a experiência que tive até o momento, pude concluir que a capacidade de gerir pessoas e processos é um diferencial. Isto torna o profissional mais completo e preparado para cargos de maior responsabilidade e valorização tanto na empresa quanto no mercado externo”, acredita. A conclusão da pós-graduação está prevista para setembro de 2015.

Durante a formação, Arthur fez estágios e participou de projetos extracurriculares da UFMG, como a Empresa Júnior, além de duas iniciações científicas. Para ele, a participação de alunos em atividades acadêmicas e em congressos ajuda no desenvolvimento de habilidades e do networking. “Fui feliz em buscar atividades durante a graduação que me auxiliaram na inserção no mercado de trabalho”, afirma Arthur. Certamente essas atitudes o levaram a chegar onde está hoje.

 

CARREIRA ACADÊMICA

Formada pela Unifenas, em Alfenas, em julho de 2006, a profissional de Farmácia Liliane Cunha Campos se mudou para Belo Horizonte para trabalhar em um laboratório de Análises Clínicas. Por dois anos ela trabalhou no local e recebia alunos de uma universidade da capital, que estavam em formação na área e faziam estágio no laboratório. “Quando eu era aluna não pensava em ser professora. Quando comecei a trabalhar no laboratório, principalmente orientando os alunos do estágio, ensinando técnicas e diagnósticos, passei a conhecer esse meu lado. Acredito que podemos conhecer novos dons e aprimoramentos durante nossa vida profissional”, comenta.

Em 2009 ela começou um mestrado em Patologia Geral e em 2011 o doutorado, que tem previsão para ser concluído no fim deste ano. Além disso, Liliane é professora assistente na Universidade e dá aulas em uma faculdade de Sete Lagoas. “Meu plano é continuar na área acadêmica. Sinto-me realizada profissionalmente. Quando iniciei a docência, percebi que era o que eu queria para minha vida”, afirma. O objetivo é prestar o concurso para professora adjunta e seguir com as pesquisas e docência. “Temos que tentar e não podemos nos omitir diante dos obstáculos. É necessário persistência, foco e não se perder pelo caminho”, ressalta.

As dicas de Liliane para quem quer alcançar os títulos na área de interesse são não parar de estudar e estar sempre atualizado, independente da área de atuação: farmacêutico clínico, industrial, docente ou pesquisador. “No mercado de trabalho não basta só a formação. É necessário se atualizar, fazer curso de especialização, pós-graduação, sempre buscando novos conhecimentos. A tecnologia está muito acessível e tudo acontecendo muito rápido, se paramos de estudar, ficamos estagnados. O que não pode é acomodar”, explica.

 

Por Daniela Rezende
Data: 10/09/2014 12:00
Fonte: EM - Estado de Minas - http://www2.em.com.br/app/noticia/especiais/profissoes/2014/09/10/noticia-guia-de-profissoes,545125/farmacia-a-profissao-das-oportunidades.shtml