Professor do curso de Farmácia da USP é demitido por causa de suposto plágio

Um docenteda Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, professor de dedicação exclusiva, com mais de 15 anos de carreira foi demitido pela USP por acusação de plágio. Uma pesquisadora que era reponsável pelo trecho em questão teve seu título de doutorado cassado.


O Docente liderou uma pesquisa que foi acusada de utilizar 2 fotos de um trabalho publicado por um grupo de pesquisadores da UFRJ sem citar a fonte.

Segundo a Folha de São Paulo em 2009 Adreimar contestou a acusação "Não houve plágio, mas lamentável erro de substituição de figuras pela minha ex-aluna de doutorado", disse. "Não houve má-fé e todas as medidas já estão sendo tomadas para a retratação deste grave erro junto à editora e à comunidade científica." A retratação já foi feita.

Tanto o docente quanto a pesquisadora podem recorrer internamente e judicialmente das decisões.