Pesquisa científica pode trazer novo tratamento para o câncer

Cientistas descobriram uma maneira de matar as células do câncer por meio de envelhecimento, impedindo com que as moléculas se espalhem rapidamente e cresçam sem poder dividir-se.

O avanço científico vem contribuindo e gerando esperança para quem tem câncer. Segundo o farmacêutico tutor do Portal Educação, Ronaldo de Jesus Costa, dessa vez a forma descoberta foi combater uma mutação com outra mutação na célula.

Os testes foram realizados com ratos e mostrou que o bloqueio de um gene causador do câncer chamado Skp2 forçou células cancerígenas a passar por um processo de envelhecimento conhecido como senescência – o mesmo processo envolvido na ação de livrar o corpo de células danificadas pela luz solar.

E os cientistas já começaram a realizar a primeira fase do experimento clínico em humanos, usando uma droga chamada de MLN4924 da indústria Takeda Pharmaceutical Co's. “É bem verdade que um tratamento assim está longe de chegar aos pacientes de oncologia, mas não deixa de ser uma esperança”, comenta Ronaldo.




Testes

Foram usados ratos geneticamente modificados que desenvolveram uma forma de câncer de próstata. Para fazer a descoberta os cientistas tornaram inativos os genes Skp2 em alguns animais e quando o rato atingiu seis meses de vida, ficou evidente que os portadores do gene Skp2 inativo não desenvolveram tumores, ao contrário dos outros ratos da pesquisa.