CFF realiza I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas

 cbcf canquerini


“Farmacêutico das Américas: cuidar, inovar e educar” é o tema central que permeará as discussões do maior congresso de Farmácia já realizado no Brasil. O I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas é uma realização do Conselho Federal de Farmácia (CFF) com promoção do Ministério da Saúde (MS) e dos conselhos regionais de Farmácia (CRFs), e acontecerá de 15 a 18 de novembro, no Rafain Palace Hotel & Convention, em Foz do Iguaçu (PR). Este grande evento englobará simultaneamente, o 6º Congresso Brasileiro sobre o Uso Racional de Medicamentos; o I Congresso Pan-Americano sobre o Uso Racional de Medicamentos; o I Congresso Latino-Americano de Estudantes de Farmácia; o II Congresso Brasileiro de Farmácia Estética; o II Simpósio Farmacêutico de Nutracêuticos; e o III Encontro nacional de Educadores em Farmácia Clínica.

A megaestrutura permitirá a participação de 4.5 mil farmacêuticos, professores e estudantes de Farmácia brasileiros e de outros países das américas. Serão oferecidas diversas atividades científicas, com 40 horas/aula presenciais. Entre elas, a participação com trabalhos científicos, cuja inscrição vai até o dia 18 de junho e cada área premiará os primeiros e segundos trabalhos, num total de 30 mil reais em prêmios.

Ao todo serão 56 palestras, 24 mesas-redondas, 18 oficinas, 15 painéis e 12 workshops. Tudo isso para possibilitar aos participantes a troca de experiências, integração, desenvolvimento de conhecimentos e habilidades relacionadas à atuação clínica, bem como, em relação aos novos paradigmas da profissão, a prescrição farmacêutica e as novidades da inovação tecnológica previstas na programação.

A escolha da cidade de Foz do Iguaçu levou em conta a localização privilegiada, que a situa entre Brasil, Paraguai e Argentina, o que facilita a participação dos profissionais dos países do Mercosul, além da excelente estrutura hoteleira que a cidade oferece aos visitantes e das atrações turísticas que a região oferece. Uma feira de exposições e negócios de grande porte será montada com o objetivo de difundir as principais tecnologias, técnicas relacionadas à Farmácia, e cursos da área da Saúde.

Entidades farmacêuticas brasileiras e internacionais estarão presentes e participarão das discussões. Entre elas, a Federação Panamericana de Farmácia (Fepafar), cujo atual presidente é o também presidente do CFF, Dr. Walter Jorge João, idealizador e presidente do Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas. “Este será, sem dúvida, um grande momento para a profissão farmacêutica. Estaremos juntos, durante três dias, para aprimorarmos nossas práticas técnico-científicas em diversos segmentos, nos atualizarmos sobre as novidades da Farmácia e sobre as principais discussões em torno da política profissional, além de termos acesso às maiores inovações tecnológicas, que tanto nos apoiam em nossa atuação profissional”.

Outro ponto importante destacado pelo presidente é que a composição do valor da inscrição teve a maior parte subsidiada pelo CFF, com recursos advindos das anuidades dos farmacêuticos. “Os valores definidos são extremamente acessíveis, porque o nosso

objetivo não é gerar lucro, mas promover a atualização profissional e o intercâmbio de conhecimento entre os farmacêuticos brasileiros e das américas. Nós tivemos um enorme cuidado em tornar este grande evento acessível a todos aqueles que queiram participar, pois sabemos que a reciclagem profissional impacta diretamente na qualidade dos serviços prestados pelos farmacêuticos, e isso é bom para o fortalecimento da nossa profissão”, explicou Walter Jorge João.

De acordo com o coordenador geral do Congresso e vice-presidente do Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul (CRF-RS), Dr. Roberto Canquerini, o encontro possibilitará reunir atores chaves do sistema de saúde envolvidos com a implantação e disseminação de um novo modelo de prática que reconheça as potencialidades do farmacêutico na atenção à saúde, seu papel na otimização da farmacoterapia, na melhoria dos resultados em saúde, na prevenção de doenças e na promoção da saúde da população brasileira. “Queremos reunir os diferentes atores envolvidos na atenção à saúde, na formação e no desenvolvimento de inovação na área, para reflexão e definição de estratégias que visem aumentar a resposta da Farmácia às novas demandas sociais, que podem ser atendidas dentro do escopo de atuação dos farmacêuticos”.

O evento foi também pensado e constituído para possibilitar o encontro de lideranças farmacêuticas e estudantis de várias partes das américas. O I Congresso Latino-Americano de Estudantes de Farmácia reunirá estudantes da América Latina e integrantes da Executiva Nacional de Estudantes de Farmácia (Enefar) para debater a produção científica na região. Este evento abordará também a inserção dos futuros profissionais em programas de residências multidisciplinares em saúde. “Convidamos representantes da Organização Pan-americana da Saúde (OPAS) para abordar essas questões e para nos falar sobre como é ser estudante graduação em saúde em outros países da América Latina. Haverá, inclusive, uma mesa para explicar a revalidação do diploma de farmacêutico entre esses países”, explica Canquerini.

Por meio de uma parceria entre o CFF e o Ministério da Saúde (MS), a programação do I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas incluiu este ano o 6º Congresso Brasileiro sobre o Uso Racional de Medicamentos, evento realizado a cada dois anos pelo MS, reunindo cerca de mil profissionais da Saúde. A última edição ocorreu em 2014, em São Paulo. O MS também realizará, em parceria com o CFF, o I Congresso Pan-Americano sobre o Uso Racional de Medicamentos (URM), que envolverá a Organização Pan-americana da Saúde (OPAS) e atores internacionais ligados ao Uso Racional de Medicamentos (URM).

De acordo com Canquerini, o II Congresso Brasileiro de Farmácia Estética será ofertado pela enorme demanda por qualificação nesta nova área, que cresce cada vez mais no Brasil. O primeiro congresso brasileiro de Farmácia Estética aconteceu ano passado (2016), em Gramado, dentro da programação do XII Congresso Mundial de Farmacêuticos de Língua Portuguesa, ocasião na qual os participantes demonstraram amplo interesse em seguir se qualificando. “O congresso do ano passado foi muito bem recebido pelos fabricantes de equipamentos e fornecedores de insumos para a Estética, então essa demanda de realizar um congresso anual nesta área foi quase natural, em atendimento à ampla necessidade do mercado”.

Da mesma forma, o II Simpósio Farmacêutico de Nutracêuticos atenderá a uma grande demanda de qualificação principalmente por aqueles profissionais que trabalham em farmácia comunitária, farmácia magistral ou indústria, e que precisa conhecer esses produtos. “Serão abordados temas como suplementos nutracêuticos, probióticos e alimentos funcionais, sempre tentando trazer para a prática clínica baseada em evidências. A população está ficando cada vez mais velha e precisa desses medicamentos para melhorar a qualidade de vida, então o farmacêutico tem que estar antenado a essas tendências”, afirma Canquerini.

Já o III Encontro nacional de Educadores em Farmácia Clínica é uma continuidade do evento que aconteceu pela primeira vez em 2015, em Gramado, numa parceria entre o CFF e o CRF-RS, e a segunda edição ocorreu ano passado, em Natal, numa parceria do CFF com o CRF-RN. “O evento visa qualificar os educadores em Farmácia Clínica brasileiros com aquilo que está acontecendo no mundo em termos de técnicas e metodologias de ensino. Hoje algumas universidades no Brasil já contam com salas de simulação realística, com bonecos equipados e informatizados para simular o caso clínico a ser estudado”, explica o coordenador.

Para saber mais sobre o Congresso, inscrições e submissão de trabalhos científicos acesse www.congressobrasileiro.org.br