Anvisa vai discutir exigência de receita para medicamentos tarja vermelha

medicamento-tarja-vermelhaA Anvisa está criando um grupo de Força de Trabalho ue definirá medidas para estimular o uso racional dos medicamentos. O foco do grupo será a exigência da receita no ato da compra em farmácias e drogarias.


Porém a discussão é grande e alguns grupos contrários a possível medida, de exigir a receita para compra de medicamentos de tarja vermelha, já começam a se manifestar.

No Brasil, a venda de medicamentos sujeitos à prescrição médica sem apresentação da receita é um problema grave de saúde pública. A cultura da automedicação e a falta de controle sobre a dispensação desses produtos em farmácias e drogarias são fatores que comprometem toda a cadeia de vigilância sobre a produção e utilização de medicamentos no país.

A Força de Trabalho que será constituída pela Anvisa tem por objetivo enfrentar esse desafio e propor soluções

Poderão participar do grupo instituições, públicas e privadas, de caráter ou base de representação nacional, que tenham interesse em contribuir com a discussão e que se relacionem com os seguintes segmentos da cadeia do medicamento: pesquisa, produção, distribuição, venda, dispensação, prescrição, vigilância sanitária, defesa do consumidor e controle social do SUS. Orgãos públicos responsáveis por políticas públicas que têm interface com a saúde também poderão integrar o grupo.

 

Participação

As instituições interessadas em participar do grupo tem até o dia 10 de março para enviar suas informações através do formulário no website da Anvisa.

 

Fonte: Anvisa

Comentários  

# Cristina 28-02-2013 16:18
Até concordo com isso, desde que coloquem mais médicos nas redes públicas. Aqui na minha cidade, se a pessoa não estiver morrendo ou com dengue, não tem atendimento no precário hospital. Uma "simples" dor de barriga não pode ter atendimento. Uma dor de cabeça então??? Nada. E uma diarréia a uma semana sem parar??? Te mandam para casa sem nem olharem para vc.... Triste....