Balanço SNGPC 5 anos

sngpc-anvisaMais de 47 mil estabelecimentos credenciados, 4.186 municípios brasileiros participantes e uma média de 140 mil acessos semanais. Essa é a realidade do Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), após cinco anos de implantação.


 

Os dados foram apresentados em 19 de junho no auditório da Agência em Brasília (DF), durante o III Encontro de Gestores do SNGPC.  Com o sistema, todas as farmácias e drogarias privadas, que comercializam medicamentos sujeitos a controle especial no Brasil, enviam para a Anvisa dados de movimentação desses produtos (aquisição, prescrições/receitas dispensadas, perda e transferências), em períodos de até sete dias.

 

Anteriormente, o controle era feito manualmente, por meio de registro em livros e de balanços (trimestrais e anuais) encaminhados à vigilância sanitária. “A implementação do SNGPC vem na perspectiva de preencher uma lacuna que já existia, que é a do gerenciamento de dados sobre alguns medicamentos”, afirmou a chefe do Núcleo de Notificação e Investigação em Vigilância  Sanitária da Anvisa, Maria Eugênia Cury, durante a abertura do encontro.

 

Maria Eugênia destacou, também, que, em cinco anos, o SNGPC evoluiu de uma fase de coleta de dados para uma fase que ela definiu como de informações farmacoepidemiológicas. “O sistema permite que a gente pegue o que acontece no dia a dia das pessoas e transforme em dados que nos subsidiam para que a avaliação do risco sanitário de medicamentos seja aperfeiçoada”, disse a chefe de Núcleo da Agência.

 

No mesmo sentido, a coordenadora do SNGPC, Márcia Gonçalves, ressaltou a evolução do sistema como um definidor de padrão de informações. “Os dados não eram suficientes para subsidiar uma tomada de decisão em vigilância sanitária capaz de intervir de fato no risco”, explicou Márcia.

 

O sistema permitiu, ainda, a estruturação de informações sobre o consumo de medicamentos no país, por meio do Boletim de Farmacoepidemiologia do SNGPC e do Mapa Interativo de Farmacoepidemiologia.

 

A expectativa é de que o número de informações no sistema aumente a partir de 2013, quando os medicamentos antimicrobianos serão incorporados ao SNGPC. O encontro desta terça-feira fez parte das solenidades de comemoração de cinco anos de implantação do SNGPC.

 

Acesse aqui o hotsite do SNGPC.

Comentários  

# Gisele Praguassú 03-07-2012 11:07
Parabéns !!!!!
Teacher
Maria Eugênia Cury....Hoje amo a minha profissão graças á minha grande mestre Maria Eugênia....