Merck adquire Cubist Pharmaceuticals por US$ 9,5 bilhões

merck-sharp-e-dohme


A farmacêutica norte-americana Merck anunciou hoje que entrou em acordo para adquirir a também norte-americana Cubist Pharmaceuticals pelo valor de US$ 9,5 bilhões, ou US$ 102 por ação, em dinheiro.

Na transação, que foi aprovada por unanimidade pelos Conselhos de Administração das duas companhias, a Merck pagará US$ 8,4 bilhões e assumirá a dívida líquida da Cubist de US$ 1,1 bilhão.

O valor por ação representa um prêmio de 35% pelo preço médio da ação da Cubist nos últimos cinco dias de negociação. A Merck espera que a transação acrescente mais de US$ 1 bilhão à sua receita em 2015. A aquisição deve ser concluída no primeiro trimestre do ano que vem.

 

Ebola

Recentemente, a Merck comprou os direitos de uma vacina experimental contra o ebola  desenvolvida pela NewLink Genetics.

Com o acordo, a farmacêutica  americana ganhou o direito exclusivo de pesquisa, desenvolvimento, produção e distribuição a vacina contra o ebola rVSV-EBOV.

 

Outros investimentos

A Merck também pretende lançar até o início do próximo ano um novo medicamento que combate a insônia, batizado de Belsomra.

O remédio foi recentemente aprovado pela U.S. Food and Drug Administration (FDA), agência sanitária americana, e tem grandes chances de se tornar um sucesso de vendas, pois promete revolucionar o tratamento da insônia.

De acordo com dados da GlobalData, consultoria especializada no mercado farmacêutico, as vendas do Belsomra podem chegar a 1 bilhão de dólares.

O novo medicamento é o resultado de mais de uma década de pesquisa em neurociência e “evidência o compromisso de longa data da empresa com a inovação", afirmou David Michelson, vice-presidente de Neurociências da Merck, em nota.