Venda de genéricos no atacado cresce 11,2% no segundo trimestre

Venda de genéricos no atacado cresce 11,2% no segundo trimestre

Por: Luana Cristina de Lima Magalhães
04/09/09 - 11h38
InfoMoney



SÃO PAULO - O mercado de distribuição de medicamentos está em alta. Mais de 42 milhões de unidades de genéricos foram vendidas pelo atacado no segundo trimestre do ano, registrando crescimento de 11,2%, em relação aos primeiros três meses.

A receita obtida com esses remédios também teve alta, de 11,2%, totalizando R$ 289,627 milhões entre abril e junho deste ano. Os dados são do último levantamento da Abafarma ( Associação Brasileira do Atacado Farmacêutico).

"Foi um fator relevante para que os distribuidores associados à entidade atingissem R$ 8 bilhões de receita total no semestre - meta que projetamos em nosso planejamento anual", ressaltou o presidente da Abafarma, Luiz Fernando Buainain.

Trajetória de crescimento
O total de medicamentos, incluindo genéricos e não-genéricos, chegou a mais de 297 milhões de unidades, repassadas às redes de farmácias e drogarias de todo o País. As vendas no atacado chegaram no segundo trimestre a um faturamento de cerca de R$ 3,96 bilhões.

"Como muitas farmácias e drogarias tinham remédios estocados antes de estourar a crise econômica, algumas compras foram suspensas ou postergadas. Mas o mercado está voltando ao ritmo natural, com a ampliação de oferta de crédito e mais entrosamento da cadeia farmacêutica quanto a prazos de entrega e pagamento", avalia Buainain.

O número de pedidos faturados cresceu 1,7% no segundo trimestre do ano ante o período de janeiro a março, superando a marca de 3,8 milhões.