Receita de distribuidoras de remédios sobe 8,6%

Por Equipe AE


São Paulo - O faturamento das maiores distribuidoras de medicamentos do Brasil aumentou 8,6% no segundo quadrimestre deste ano, em relação aos primeiros quatro meses de 2009, e atingiu R$ 5,573 bilhões. Segundo informou hoje a Associação Brasileira do Atacado Farmacêutico (Abafarma), foram vendidas quase 377 milhões de unidades de medicamentos no período. O destaque foi o desempenho dos genéricos, que tiveram aumento de quase 15% em unidades vendidas, faturando mais de R$ 394 milhões.

"Os índices mostram a contínua evolução do setor, mesmo dentro de um período de crise, embora esta esteja aparentemente superada por vários países. Para isso, foi fundamental o entrosamento da cadeia farmacêutica com relação a prazos de entrega e pagamento", avaliou em nota Luiz Fernando Buainain, presidente da Abafarma. Ele lembrou ainda que a evolução ocorreu a despeito do reajuste anual nos preços dos medicamentos, de 5,9% em abril.