FDA emite alertas para materiais promocionais de farmacêuticas

FDA-Food-and-Drug-AdministrationA FDA (Food & Drug Administration) emitiu avisos na quarta-feira, no seu site, sobre alegadas violações de materiais promocionais do Adcirca® (tadalafil) da Eli Lilly e da United Therapeutics, do Benzaclin® (clindamicina e peróxido de benzoíla) da sanofi-aventis e do Astelin® (azelastine) da Meda, avança o site FirstWord.


 

A agência diz que o site sobre o Adcirca®, que é comercializado nos EUA pela United Therapeutics por meio de um acordo com a Eli Lilly, menciona os efeitos secundários mais comuns associados ao medicamento contra a hipertensão, mas não adverte sobre os riscos cardiovasculares e outros.

 

Alegadamente, o site também não inclui um link com informação adicional sobre os riscos. Além disso, dois vídeos de pacientes, presentes no site, exageram na eficácia do Adcirca®, de acordo com a FDA.

 

Um porta-voz da Eli Lilly, Keri McGrath, comentou que a farmacêutica não revê material promocional da United Therapeutics para o Adcirca®, e que pediu à companhia para fechar o site e corrigir as informações.

 

Quanto ao Benzaclin® para a acne da sanofi-aventis, a entidade reguladora enviou um aviso sobre uma brochura, alegadamente por ser enganadora, porque não adverte os pacientes que devem evitar a exposição ao sol e devem evitar ter o produto em contacto com seus olhos.

 

Além disso, a FDA alertou a Meda por uma informação exibida em salas de espera, que exagera a eficácia do Astelin® e "omite e minimiza informações de risco importantes", sobre o anti-histamínico em spray nasal.