Indústria farmacêutica abre mercado árabe

A União Química, empresa brasileira com três parques industriais, está negociando com países do Golfo e pretende começar a exportar para a região nos próximos meses.

uniao-quimica-farmaceuticaA indústria farmacêutica União Química, com sede em São Paulo, está em processo de negociação e registro dos produtos no Oriente Médio. De acordo com a responsável pelo departamento de exportações da companhia, Maranata Joquebede, os primeiros contratos com o mercado árabe devem ser fechados ainda esse ano. Divulgação A União Química fabrica uma linha variada de produtos farmacêuticos


 

"As negociações estão bem avançadas e já estamos na fase de registro dos produtos lá. Depois, será apenas uma questão de acertar detalhes dos contratos", contou Maranata. Segundo ela, as oportunidades de negócios com os países árabes surgiram durante a participação da empresa na feira Healthcare, realizada em abril, em Damasco, na Síria.

 

"A Healthcare 2010 foi uma boa oportunidade para União Química promover a marca e apresentar seus produtos e serviços para um grande número de visitantes de todas as partes do mundo", disse a executiva. A feira recebe expositores, visitantes especializados e aqueles que querem explorar as últimas inovações na indústria médica de 42 países.

 

Na última terça-feira (25), a executiva participou de uma rodada de negócios com a companhia Batterjee Factory, da Arábia Saudita, promovida pela Câmara de Comércio Árabe Brasileira, na sede da entidade.

 

Fundada em 1936, a União Química é uma das maiores empresas da indústria farmacêutica brasileira. A empresa com capital 100% nacional gera 2 mil empregos e tem linhas de produtos farmacêuticos, genéricos, oftalmológicos, além de atuar também no mercado veterinário.

 

As exportações iniciaram há cerca de três anos, para países da América Latina e África, e ainda representam um percentual pequeno do faturamento da empresa. "O trabalho mais forte de internacionalização da marca ainda é recente e estamos apostando na abertura do mercado árabe para ampliar nossas vendas externas", destacou Maranata.

 

A União Química possui três unidades fabris que somam 270 mil quadrados, com um total de 60 mil metros quadrados de área construída em São Paulo, Minas Gerais e no Distrito Federal.