FDA aprova uso do Botox para tratamento da incontinência urinária

botox-incontinencia-urinariaRecentemente a Anvisa aprovou a aplicação do Botox (toxina botulínica) para tratamento da enxaqueca, o uso não cosmético do Botox tem se mostrado cada vez mais eficiente. Nos EUA o FDA aprovou em agosto o uso do Botox para tratar incontinência urinária em pessoas com condições neurológicas, como lesão medular e esclerose múltipla que causam a hiperatividade da bexiga.


Alguns problemas neurológicos podem levar a uma desinibição das contrações da bexiga que levam a incapacidade de armazenar a urina. O tratamento atual para esses casos é uso de medicamentos para relaxar a musculatura da bexiga ou de cateter para esvaziar a bexiga regularmente. Com o novo tratamento o Botox vai ser injetado no tecido da bexiga resultando no relaxamento dela, logo uma maior capacidade de armazenamento e uma diminuição da incontinência urinária.

Segundo George Benson, vice-diretor da Divisão de Produtos Urológicos da FDA "A incontinência urinária associada a condições neurológicas pode ser de difícil gestão. O Botox vai oferecer outra opção de tratamento para estes pacientes".

O procedimento de aplicação do botox é realizada utilizando cistoscopia, um procedimento que permite ao médico visualizar o interior da bexiga. O procedimento é realizado por anestesia geral. A duração do tratamento é de 10 meses.

A eficácia desse tratamento foi demonstrada em 2 estudos clínicos envolvendo 691 pacientes. Os pacientes tinham incontinência urinária resultantes de lesão medular ou esclerose múltipla. Ambos os estudos mostraram uma diminuição estatisticamente significativa na freqüência semanal de episódios de incontinência no grupo do Botox em comparação com placebo.

As reações adversas mais comuns observadas após a aplicação de Botox na bexiga foram infecção do trato urinário e retenção urinária. O Botox já é utilizado tanto nos EUA quanto no Brasil para melhorar a aparência de linhas de expressão facial, tratamento de enxaqueca crônica e transpiração.