Saiba os riscos de tomar medicamento sem ler o rótulo

medicamentos pis cofins


Algumas situações corriqueiras do dia a dia podem levar ao uso errado de medicamentos. Esses descuidos corriqueiros podem provocar inchaço, irritações na pele, diarreia, alteração na pressão arterial, palpitações cardíacas e até mesmo a morte.

A servente Michele Moreira costuma guardar os remédios que tem em casa sempre no mesmo local. Mesmo assim, ela conta que já tomou alguns de forma errada várias vezes porque sempre esquece de conferir o rótulo do frasco.

"Às vezes eu não leio as embalagens e coloco um perto do outro. Igual uma vez que eu senti dor de ouvido, um tempo desse, eu ia colocar dipirona no ouvido, se eu não tivesse lido a embalagem. Ai eu ia trocar, porque eu coloquei os dois juntos, um do lado do outro", explica.

Segundo a gerente geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância da Anvisa, Maria Eugênia Cury, a Michele e todas as pessoas precisam ler com bastante atenção os rótulos dos remédios. Maria Eugenia dá dicas para evitar problemas com o uso errado de remédios.

"Às vezes a gente tem medicamentos que são parecidos, a mesma cor do comprimido, o rótulo é muito parecido. Então, a primeira recomendação é: não guardem os seus medicamentos fora das caixas originais. Isso pode gerar confusão. E sempre antes de tomar olhar", alerta Cury.

Maria Eugênia Cury também explica como deve ser feito o armazenamento de remédios em casa. "O importante é que ponha uma etiqueta, que não esconda as informações básicas. De preferência você não guarda-los tudo junto. Sempre lembrando que medicamentos não devem ser guardados nem no banheiro, nem na cozinha. São ambientes onde tem muita umidade. E nem sempre a gente deve ter estoque de medicamento em casa."

Em caso de ingestão de medicamento errado, a recomendação é buscar ajuda em uma unidade básica de saúde.

 

Fonte: Ministério da Saúde