Anvisa define composição das vacinas influenza para 2017

vacina


A atualização das vacinas contra gripe faz parte das recomendações feitas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para garantir a eficácia do produto. Todo o ano a Anvisa aprova uma nova composição da vacina Influenza que considera novos vírus circulantes no país e no mundo.

A resolução RDC 119/16 (http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=31/10/2016&jornal=1&pagina=31&totalArquivos=40) que dispõe sobre atualização das vacinas Influenza foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (31/10).

Confira a composição das vacinas influenza (http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=31/10/2016&jornal=1&pagina=31&totalArquivos=40) a serem comercializadas ou utilizadas no Brasil no ano de 2017:

 

Vacinas Influenza trivalentes Três tipos de cepas de vírus em combinação, dentro das seguintes especificações:

- um vírus similar ao vírus influenza A/Michigan/45/2015 (H1N1)pdm09;

- um vírus similar ao vírus influenza A/Hong Kong/4801/2014 (H3N2); e

- um vírus similar ao vírus influenza B/Brisbane/60/2008

 

Vacinas Influenza quadrivalentes 

 

As vacinas quadrivalentes contendo dois tipos de cepas do vírus influenza B deverão conter:

- um vírus similar ao vírus influenza B/Phuket/3073/2013

- um vírus similar ao vírus influenza A/Michigan/45/2015 (H1N1)pdm09;

- um vírus similar ao vírus influenza A/Hong Kong/4801/2014 (H3N2); e

- um vírus similar ao vírus influenza B/Brisbane/60/2008

   

 

Fonte: Anvisa