Combate a dengue não pode diminuir no inverno

virus-dengue-invernoMesmo com a chegada do inverno, que começou no último dia 21, a preocupação com a dengue não pode diminuir. Muita gente não sabe, mas a estação que registra menor número de casos é ideal para intensificar o trabalho de prevenção do aparecimento de focos do Aedes aegypti nas residências. Forma mais eficaz de combater a doença, a eliminação dos criadouros feita nesta época do ano garante um próximo verão livre de uma epidemia. Segundo especialistas do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), apenas dez minutos semanais de checagem podem afastar o perigo. A recomendação vale para o ano todo.
 
“Este é o momento de agir e impedir que a doença volte com força nas próximas estações. Os ovos do A. aegypti resistem a longos períodos de dessecação, que podem durar até um ano. Para a larva eclodir, basta que o ovo entre em contato novamente com a água”, explica a pesquisadora Denise Valle, chefe do Laboratório de Fisiologia e Controle de Artrópodes Vetores do IOC. “Esta resistência é uma grande vantagem para o mosquito, pois permite que os ovos sobrevivam por muitos meses em ambientes secos, até o próximo período chuvoso e quente”, completa a especialista.
 
10 Minutos Contra Dengue

 O mosquito transmissor da dengue vive e se reproduz dentro das nossas casas. Agindo uma vez por semana na limpeza de criadouros (acesse o Infográfico com os principais criadouros do vetor), a população interfere no desenvolvimento do vetor, já que seu ciclo de vida, do ovo ao mosquito adulto, leva de 7 a 10 dias. Com base neste dado da biologia do vetor, basta uma ação semanal para impedir que ovos, larvas e pupas do mosquito cheguem à fase adulta, freando a transmissão da doença. “Além dos grandes reservatórios, como caixas d’água, galões e tonéis, a atenção também deve estar voltada para pequenos reservatórios, como vasos de plantas, calhas entupidas, garrafas, lixo a céu aberto, bandejas de ar-condicionado, poço de elevador, entre outros”, explica Denise.
 
Para orientar a ação de 10 Minutos Contra Dengue, os especialistas do IOC elaboraram um guia com os 13 criadouros estratégicos no ambiente doméstico, orientações sobre medidas de prevenção e uma tabela que poderá orientar a checagem semanal. Baixe aqui o guia para utilizar em sua residência e afaste o perigo.


 
 
Autora: Renata Fontoura
Fonte: Comunicação / Instituto Oswaldo Cruz