vacina astrazeneca covid19 

Confira abaixo na íntegra o posicionamento conjunto do Conass e Conasems sobre possível aplicação de doses vencidas da vacina Astrazeneca/Fiocruz

 

 

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) vêm a público esclarecer que:

  1. Todos os casos sobre aplicação de doses contra a Covid-19 fora do prazo de validade serão investigados;
  2. Não está descartado erro do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, que desde o início da Campanha de Vacinação apresenta instabilidade no registro dos dados;
  3. O número de casos identificados corresponde a 0,0026% de todas as doses aplicadas no País, sendo necessárias ponderação e investigação quanto à aplicação das doses e preenchimento das informações;
  4. A ação de Estados e Municípios visa dar rápida resposta à sociedade brasileira;
  5. Por fim, ressaltamos que todos os profissionais destacados pelos municípios para aplicação das vacinas adotam as boas práticas de vacinação, dentre as quais, a checagem do prazo de validade.

 

Brasília, 02 de julho de 2021.

Carlos Lula

Presidente do Conass

Wilames Freire

Presidente do Conasems

 

 

Leia também:

- Como saber o lote da vacina da AstraZeneca que você tomou na carteira de vacinação digital

A Fiocruz publicou uma nota dizendo que os referidos lotes não foram produzidos pela instituição

- Anvisa informa sobre aplicação de vacina com prazo de validade expirado

- Observatório COVID-19: estrutura de dados não permite verificar se vacinas vencidas foram aplicada