anvisa vigilancia sanitaria

Anvisa esclarece que não participa da logística de aplicação dos imunizantes.

 

 

Confira abaixo a reprodução na íntegra da nota de esclarecimento da Anvisa publicado em 05/07/2021:

A Anvisa atua na avaliação da qualidade, segurança e eficácia das vacinas e das condições de fabricação das empresas envolvidas na produção tanto do insumo farmacêutico ativo quanto do produto acabado.

Os dados avaliados pela Agência, dentre eles o estudo de estabilidade, em condições controladas de temperatura e umidade, definem o prazo de validade e as condições de armazenamento do produto, impactando na logística de distribuição.

Não cabem à Anvisa, assim, a aquisição, a distribuição e a aplicação dos imunizantes utilizados no Programa Nacional de Imunização (PNI).

A Agência não recebeu pedido de análise sobre a ampliação do prazo de validade da vacina da AstraZeneca ou foi consultada sobre a aplicação do produto fora do prazo definido em bula.

Os dados de qualidade, segurança e eficácia avaliados pela Anvisa se referem ao produto dentro de sua validade aprovada.

Vacinas com prazo de validade expirado não têm garantia de eficácia e segurança.

 

 

Leia também:

- Como saber o lote da vacina da AstraZeneca que você tomou na carteira de vacinação digital

A Fiocruz publicou uma nota dizendo que os referidos lotes não foram produzidos pela instituição

- Observatório COVID-19: estrutura de dados não permite verificar se vacinas vencidas foram aplicada

- Nota do Conass e Conasems sobre a aplicação de doses vencidas da vacina AstraZeneca