coronavirus microscopia

Publicação da editora Blucher, detalha um plano de ação para a minimização de riscos, detecção precoce de casos e controle da COVID-19, assim como os cuidados com a saúde mental no retorno das atividades presenciais.

 

 

A retomada das aulas em plena pandemia da COVID-19 trouxe uma série de dúvidas, receios e, sobretudo, a necessidade de implementar protocolos e novos comportamentos nas instituições de ensino. Lançamento da editora Blucher, o Guia Prático - Como Prevenir a COVID-19 em Estabelecimentos de Ensino, da pesquisadora Karine Bresolin, tem o objetivo de apresentar as melhores práticas para estabelecimentos como escolas, universidades, centros de treinamento, ginásios e outros ambientes do gênero. O guia também pode servir de apoio à empresas de um modo geral para se adaptarem diante do "novo normal".

"O guia serve como uma ferramenta para que qualquer instituição seja capaz de desenvolver seus próprios protocolos e adaptar os planos de ação de acordo com suas atividades e necessidades. É importante ressaltar que essa nova realidade de aulas híbridas – ou seja parte online, parte presencial – não será 100% segura enquanto estivermos convivendo com a COVID-19, mas ao combinar diferentes práticas é possível minimizar muito os riscos e ter uma retomada consistente das atividades presenciais", afirma Bresolin.

Dividido em dez capítulos, o conteúdo do guia é baseado em diretrizes de autoridades mundiais de saúde e educação, aliado à experiência da autora de duas décadas como pesquisadora, educadora e consultora internacional. Nele, são tratados desde assuntos básicos, como a transmissão da COVID-19 e medidas de higiene, até procedimentos para a retomada mais segura das aulas, como protocolos para a detecção precoce e controle da doença nas mais diversas situações do cotidiano das instituições.

"Existem questões fundamentais em todo o plano de ação que visa à redução dos riscos de contágio. No entanto, os protocolos precisam ser adaptados à estrutura, idade dos alunos, capacidade de treinamento dos funcionários e ao tipo de atividade da instituição. Na falta de um material mais específico, outros setores da sociedade, como empresas e escritórios coletivos, podem utilizar o guia adaptando as sugestões dadas à sua realidade", afirma.

Além de protocolos sobre o uso correto da água sanitária, distanciamento, procedimentos na entrada do estabelecimento e a criação das famosas bolhas, Bresolin destaca a importância das medidas para a detecção e controle precoces de casos da doença em ambientes coletivos. "É preciso evitar que isso aconteça, mas caso haja um surto de COVID-19 é possível fazer o controle do número de casos sem parar as atividades. Temos visto recentemente que a situação de 'abre e fecha' das escolas, além de ser prejudicial aos alunos e toda a comunidade escolar, demonstra que as medidas já sendo aplicadas não estão sendo suficientes e que os protocolos podem ser melhorados", afirma.

O guia pode tanto ser lido de capa a contracapa ou a partir da seleção de assuntos listados detalhadamente no índice. No final, há uma parte dedicada às informações básicas de segurança: não apenas sobre higienização e do uso de álcool, por exemplo, mas também sobre como proceder em caso de acidentes com o produto. A ideia é que esses anexos possam ser copiados e afixados em locais estratégicos.

Outro ponto de destaque é o capítulo voltado para a saúde mental, com informações e sugestões práticas sobre como reduzir o estresse e a ansiedade dentro e fora das salas de aula. "Não podemos esquecer que muitos dos alunos e professores têm passado por traumas e perdas grandes na pandemia, e a escola é uma instituição cuja interação das pessoas vai além da questão educacional. Acredito muito que esse ambiente pode influenciar em um processo de cura", completa.

 

Sobre a autora – Karine Bresolin é pesquisadora em biologia, nas áreas de toxicologia e bioquímica, educadora e atua como consultora internacional desde 2002. Doutora em ciências ambientais com ênfase em toxicologia pela Universidade de Gotemburgo (Suécia) é também mestre em bioquímica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e em biologia marinha e mudanças climáticas pela Universidade de Lund (Suécia). Em 2018, fundou a Verti Consultoria, empresa criada para reduzir a lacuna entre a ciência e a sociedade.

 

Ficha técnica:

Título: Guia Prático - Como Prevenir a COVID-19 em Estabelecimentos de Ensino
Autor: Karine Bresolin
Número de páginas: 144
Formato: 16 x 23 cm
Preço: R$ 39,00
ISBN: 978-65-5506-173-4