oms teste coronavirus

 

 

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que uma pesquisa de emergência está em andamento para saber mais sobre a variante do coronavírus ômicron.

O chefe da OMS falou em uma sessão especial da assembleia anual da agência de saúde das Nações Unidas, que teve início na segunda-feira. Tedros falou sobre ômicron, que a OMS designou, na sexta-feira passada, como uma "variante preocupante".

Ele disse: "Ainda não sabemos se a ômicron está associada a mais transmissões, doenças mais graves, mais riscos de reinfecções ou mais riscos de evasão de vacinas". Ele acrescentou que os cientistas da OMS e de todo o mundo estão trabalhando com urgência para responder a essas questões.

Tedros prosseguiu dizendo: "O próprio surgimento da ômicron é outro lembrete de que, embora muitos de nós pensem que já acabamos com a Covid-19, isso não acontece". Ele então pediu por medidas minuciosas para evitar as infecções e uma distribuição justa das vacinas contra a Covid-19 em todo o mundo.

Na quarta-feira, último dia da sessão especial, os membros da OMS deverão adotar uma resolução pedindo a criação de uma estrutura intergovernamental para a preparação contra futuras pandemias.

 

Com informações da TV Japonesa NHK