miocardite pericardite

Muito se fala sobre os casos raros de miocardite no uso de vacinas de mRNA como da Pfizer, mas pouco se explica o que é miocardite. Este artigo procura explicar o que é miocardite, a relação dessa condição com a covid-19 e com a vacina.

 

 

A Miocardite infantil é uma inflamação no músculo do coração, geralmente secundária a um quadro viral, que pode acometer desde o bebê ainda na barriga da mãe até adultos e é a causa mais comum de dilatação e disfunção do coração na infância.

Existe uma série de vírus que podem causar miocardite. Entre eles, destacam-se aqueles responsáveis pelas gripes como adenovírus, influenza, vírus sincicial respiratório; os que causam diarreia, como os enterovírus, ou os que causam febre e vermelhidão na pele, como os vírus responsáveis pela rubéola, catapora e citomegalovirose.

A maioria dos casos de miocardite na infância, felizmente, tem uma boa evolução. Há recuperação total do coração em aproximadamente 66% dos casos e recuperação parcial em 10% dos casos. 24% deles, no entanto podem ter evolução ruim e apresentar essa condição permanente, com necessidade de transplante cardíaco no futuro.

  

Miocardite X Covid-19  X vacina contra covid-19

Segundo um estudo conduzido por pesquisadores do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) - Association Between COVID-19 and Myocarditis Using Hospital-Based Administrative Dat, pacientes com covid-19 tiveram quase 16 vezes mais risco de miocardite em comparação com pessoas que não foram infectadas pelo SARS-CoV-2. A análise usou dados de registros realizados entre janeiro de 2019 e maio de 2021. O estudo analisou 1.452.773 casos de pessoas que receberam o diagnóstico de covid-19, dessas 5.069 (0,01%) foram diagnóstica com miocardite.

No artigo "Riscos de miocardite, pericardite e arritmias cardíacas associadas à vacinação com COVID-19 ou infecção por SARS-CoV-2", que foi publicado recentemente na Nature, os pesquisadores apresentaram dados que pessoas que foram infectadas por covid-19 possuem um risco quatro vezes de desenvolverem miocardite do que pessoas que receberam a vacina.

Durante a aprovação pela Anvisa da vacina da pfizer contra covid-19 para crianças de 5 a 11 anos o gerente-geral da GGMED, Gustavo Mendes, que os casos de miocardites e pericardites são muito raros. A maior incidencia observada foi de 0,007% em homens com idade entre 16 e 17 anos.

 miocardite pericardite vacina pfizer

Imagem: apresentação do farmacêutico Gustavo Mendes, gerente-geral da GGMED/Anvisa, durante comunicado público da Anvisa sobre aprovação de vacina contra covid-19 para crianças

  

Referências

- Leia o artigo Association Between COVID-19 and Myocarditis Using Hospital-Based Administrative Data — United States, March 2020–January 2021 em https://www.cdc.gov/mmwr/volumes/70/wr/mm7035e5.htm

- Leia o artigo Risks of myocarditis, pericarditis, and cardiac arrhythmias associated with COVID-19 vaccination or SARS-CoV-2 infection em https://www.nature.com/articles/s41591-021-01630-0#Sec12

* Com informações do Hospital Infantil Sabará sobre miocardite em bebês e crianças

- Confira os pareceres completos da Anvisa sobre a aprovação da Vacina da Pfizer para crianças