cytotec venda ilegal camelo

 

A velha história se repete no Camelódromo da uruguaiana, no centro do Rio de Janeiro, Cytotec é vendido livremente. Quem passa entre os boxs pode escutar o vendedor gritando "Cytotec, Cytotec".

Ontem, 1 de maio, o Jornal e Globo e Extra publicaram uma matéria com foto de Gabriel de Paiva que flagra o meliante (Leia a reportagem).

Em 2017 o RJTV também flagrou uma caixa do medicamento contendo 4 sendo vendido por R$ 800. Na reportagem o vendedor inclusive orientou a repórter como o medicamento deveria ser utilizado. Já em 2015 uma equipe do GLOBO flagrou cinco camelôs oferecendo Cytotec e Pramil.

Recentemente o Ministério Público abriu uma investigação para apurar a venda de medicamentos abortivos pela internet

O Cytotec (misoprostol) não tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a venda dele é proibida no Brasil desde 2005. A comercialização é considerada infração sanitária gravíssima e crime hediondo, sob pena de 10 a 15 anos de prisão.

 

A pergunta que fica é: como a venda de um medicamento proibido é flagrado por reportagens todos os anos no mesmo local ?