clinica farmaceutica sus

Imagem: Foto banco de imagens - Assessoria de Comunicação do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos Ministério da Saúde

 

 

Na última Reunião Plenária do Conselho Federal de Farmácia, o conselheiro federal de Farmácia pelo estado do Paraná, Gustavo Pires, anunciou que está a todo vapor a atividade do novo Grupo de Trabalho sobre Consultório Farmacêutico, com vistas à publicação de regulamentação pelo conselho e ao fomento da atividade clínica em espaço adequado para o cuidado ao paciente.

O GT está traçando estratégias e atuando em várias frentes, como a articulação com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para a inserção dos serviços e procedimentos farmacêuticos no rol dos planos de saúde, o reconhecimento da atividade pela Receita Federal com vistas à declaração das despesas na declaração de Imposto de Renda, a realização de cursos e a negociação para obtenção de linhas de crédito para financiamento de reformas que se fizerem necessárias nas farmácias.

Segundo levantamento feito pelo conselheiro, estima-se que metade das 80 mil farmácias do país já ofereçam serviços. Apenas nas grandes redes filiadas à Associação Brasileira de Redes de Farmácia e Drogarias (Abrafarma), 4 mil unidades já contam com consultórios.

O presidente do CFF, Walter da Silva Jorge João, lembrou que o conselho enfrentou muitos obstáculos desde a regulamentação das atribuições clínicas e da prescrição farmacêutica, em 2013. “Mas, felizmente, estamos conseguindo resgatar o papel do farmacêutico como profissional do cuidado direto ao paciente, à família e à comunidade”, comentou ele, lembrando da conquista, em 2017, da obtenção do CNAE do consultório farmacêutico e dos serviços prestados por farmacêuticos. “Ainda há um longo caminho a percorrer, mas estamos no rumo certo!”

 

Fonte: Comunicação do CFF