roche fabrica medicamentos

Dados revelam que um paciente leva até 7 anos para ter diagnóstico preciso de uma enfermidade rara

 

 

Atualmente, diagnósticos precoces e assertivos são dois dos grandes problemas relacionados a doenças raras no Brasil, prejudicando o cuidado com o paciente e tendo forte impacto no sistema de saúde. Tendo em vista estas questões, a Roche promove com a Eretz.bio o Desafios Plurais - a vida de cada paciente é singular, nosso desafio é plural, que busca pessoas físicas ou empresas, mesmo startups, que possam apresentar soluções para facilitar diagnósticos precoces de doenças raras voltadas para atenção primária e que possam ser replicáveis em grande escala. As inscrições terão início no dia 23 de setembro de 2020.

De acordo com o Ministério da Saúde, considera-se doença rara aquela que afeta até 65 pessoas em cada 100.000 indivíduos, ou seja, 1,3 pessoas para cada 2.000 indivíduos. No Brasil, estima-se que 13 milhões de pessoas convivem com algum tipo de doença rara. "Em geral há uma demora de até 7 anos para um diagnóstico, depois de 2 ou 3 análises imprecisas. E diagnóstico errado, significa agravamento da doença. Além disso, estima-se que 25% das pessoas nem saibam de sua condição. Por estas razões o Desafios Plurais é tão importante. A Roche reforça o seu compromisso com a inovação na busca por respostas para não deixar nenhum paciente para trás", ressalta João Paulo Magalhães, Diretor da Unidade Specialty Care na Roche.

Os candidatos do desafio devem atuar nos seguintes pilares: recurso para suspeita da doença rara; impulsionar o diagnóstico precoce; maior centralização das informações ligadas aos diagnósticos; suporte ao corpo clínico na tomada da decisão médica; destinação/encaminhamento correto para especialistas. Não serão válidas soluções prontas que não estejam disponíveis para adaptação e/ou customização e novos testes de diagnósticos. Algumas doenças são prioritárias nesta iniciativa. Entre elas estão Esclerose Múltipla, Hemofilia, Neuromielite Óptica, Atrofia Muscular Espinhal, Fibrose Pulmonar Idiopática, Doenças Inflamatória Intestinal (RCU e Chron) e Doenças da Retina (DMRI ou EMD).

O processo seletivo será realizado por uma comissão de avaliadores formada por especialistas técnicos e de negócios da Roche e potencialmente por outros parceiros que garantirão total imparcialidade aos participantes.

O projeto vencedor do Desafios Plurais terá a possibilidade de ter a solução validada quanto à sua usabilidade e aplicação no setor de saúde por especialistas e pela equipe de inovação do Einstein. Além disso a iniciativa poderá ser escalada em parceiros Roche, podendo ainda ser co-desenvolvida através da rede de networking com executivos da farmacêutica e parceiros internos.

A partir do dia 23 de setembro os interessados terão 28 dias para fazer a inscrição, que deve ser realizada na plataforma http://desafiodiagnostico.wpcomstaging.com/desafios-plurais/ .

 

Sobre a Roche

A Roche é uma empresa global, pioneira em produtos farmacêuticos e de diagnóstico, dedicada a desenvolver avanços da ciência que melhorem a vida das pessoas. Combinando as forças das divisões Farmacêutica e Diagnóstica, a Roche se tornou líder em medicina personalizada - estratégia que visa encontrar o tratamento certo para cada paciente, da melhor forma possível.

É considerada a maior empresa de biotecnologia do mundo, com medicamentos verdadeiramente diferenciados nas áreas de oncologia, imunologia, infectologia, oftalmologia e doenças do sistema nervoso central. É também líder mundial em diagnóstico in vitro e tecidual do câncer, além de ocupar posição de destaque no gerenciamento do diabetes.

Fundada em 1896, a Roche busca constantemente meios mais eficazes para prevenir, diagnosticar e tratar doenças, contribuindo de modo sustentável para a sociedade. A empresa também visa melhorar o acesso dos pacientes às inovações médicas trabalhando em parceria com todos os públicos envolvidos. Trinta medicamentos desenvolvidos pela Roche fazem parte da Lista de Medicamentos Essenciais da Organização Mundial da Saúde, entre eles, antibióticos que podem salvar vidas, antimaláricos e terapias contra o câncer, entre eles, antibióticos que podem salvar vidas, antimaláricos e terapias contra o câncer. Além disso, pelo 11º ano consecutivo, a Roche foi reconhecida como a empresa mais sustentável na Indústria Farmacêutica pelos Índices de Sustentabilidade Dow Jones (DJSI).

Com sede em Basileia, na Suíça, o Grupo Roche atua em mais de 100 países e, em 2018, empregou cerca de 94.000 pessoas em todo o mundo. No mesmo ano, a Roche investiu 11 bilhões de francos suíços em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e suas vendas alcançaram 56,8 bilhões de francos suíços. A Genentech, nos Estados Unidos, é um membro integral do Grupo Roche. A Roche é acionista majoritária da Chugai Pharmaceutical, no Japão. Para mais informações, visite www.roche.com.br

 

Sobre a Eretz

A Eretz.bio é uma iniciativa do Hospital Israelita Albert Einstein. Com 65 anos de existência, esta organização carrega em seu DNA a inovação, o desenvolvimento, a excelência e além do desejo de contribuir para a melhoria da saúde. Essas são exatamente as forças que ergueram e que conduzem a Eretz.bio desde sua criação em 2017.

Com o objetivo de transformar o setor e apoiar o desenvolvimento de novas soluções na área de saúde, a Eretz.bio tem apoiado uma série de iniciativas de desenvolvimento e co-desenvolvimento de tecnologias e atividades inovadoras.

Além disso, como estratégia de inovação, dezenas de parcerias e projetos têm sido realizados com empresas de tecnologia, laboratórios farmacêuticos e como diversas startups de saúde de todo o Brasil.

A Eretz.bio atua como um potencializador e catalisador de oportunidades para todos os indivíduos do ecossistema, gerando um ciclo virtuoso.