astellas farma

Para além da medicina, premiação visa financiar projetos inovadores que atendam necessidades de pacientes oncológicos e cuidadores relacionados à saúde mental ou até mesmo equidade na saúde

 

 

Para cada ano do triênio 2020/2022, o Brasil deverá registrar 625 mil novos casos de câncer, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA)1. Por isso, inovações que atendam as mais diversas necessidades de pacientes e seus cuidadores no combate ao câncer, para além da medicina, são cada vez mais necessárias. Em sua terceira edição no Brasil e sexta mundialmente, o Prêmio C³ (Changing Cancer Care ou Mudando os Cuidados com o Câncer, em tradução livre), da Astellas Farma Brasil, visa financiar em até 100 mil dólares ideias que proponham soluções para um cuidado integral durante a jornada de combate ao câncer.

As inscrições para participar estarão abertas até 03 de junho de 2022 e podem ser realizadas por meio do site C³ Prize. Qualquer pessoa ou instituição pode participar, basta que a iniciativa esteja de acordo com os critérios da premiação e que a submissão do projeto seja realizada em inglês. Para participar, é necessário que a ideia tenha potencial para causar um impacto positivo nas pessoas afetadas pelo câncer, ser original ou se diferenciar das soluções existentes, ser financeiramente replicável e viável, além de ter necessidade de financiamento, que será possibilitado pelo prêmio.

“Nossa principal missão como empresa é contribuir para a melhoria da saúde das pessoas e sabemos que isso vai muito além de disponibilizar medicamentos. Estamos comprometidos em promover ideias inovadoras que vão além da medicina, a fim de ajudar a impactar significativamente a vida de pacientes, cuidadores e familiares. Por meio do Prêmio C³, conseguimos financiar globalmente ideias para melhorar o dia a dia das pessoas que lutam contra o câncer e trazer mais qualidade de vida, motivo de grande orgulho para nós”, aponta Ricardo Ogawa, Gerente Geral da Astellas Farma Brasil.

O Prêmio C³ não é apenas para soluções complexas. As ideias podem ser na forma de ferramentas de suporte, esforços educacionais ou até mesmo soluções tecnológicas, que visem contribuir para facilitar a jornada do paciente, cuidadores e familiares no combate ao câncer, podendo ser iniciativas relacionadas à saúde mental, de suporte ao cuidador e equidade na saúde, por exemplo.

As ideias serão avaliadas por um corpo diretivo e o anúncio do ganhador será realizado em julho de 2022. O primeiro colocado receberá uma quantia de 100 mil dólares e uma série de recursos para impulsionar seu projeto, como uma associação de um ano à MATTER - uma incubadora global de startups de saúde, nexo comunitário e aceleradora de inovação corporativa - suporte prático, compartilhamento de experiências e recursos da Slalom - uma empresa de consultoria global focada em estratégia, tecnologia e transformação de negócios e auxílio em publicidade e propaganda para a ideia e negócio.

O Prêmio C³ também irá conceder ao segundo e terceiro colocados uma associação de um ano à MATTER e auxílio em publicidade e propaganda para a ideia e negócio.

 

Confira os últimos ganhadores do Prêmio C³

  • Em 2016, Diane Jooris, da Bélgica, ganhou com o projeto Oncomfort;
  • Em 2017, o ganhador foi Hernâni Oliveria, de Portugal, com o projeto The HOPE Project – BRIGHT
  • Em 2018, Ebele Mbanugo, da Nigéria, foi a grande vencedora com o projeto Run for Cure África
  • Em 2019, a ganhadora do grande prêmio foi a Audrey Guth, do Canadá, com o projeto Nanny Angel Network
  • Em 2020, Dra. Omolola Salako, da Nigéria, foi a vencedora com o projeto Oncopadi

 

Referências:

  1. Instituto Nacional de Câncer (INCA). Brasil terá 625 mil novos casos de câncer a cada ano do triênio 2020-2022. Disponível aqui. Acesso em: 28 de abril de 2022.