Nycomed Pharma medicamento DaxasPesquisa clínica avaliará o uso de terapias combinadas para tratar a DPOC em 21 países, incluindo o Brasil.

A Nycomed Pharma anuncia a realização de um estudo clínico global com o objetivo de avaliar os benefícios do medicamento Daxas® quando associado às terapias combinadas para tratamento da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica - DPOC. Daxas® é o primeiro e único anti-inflamatório de uso oral que reduz a frequencia das exacerbações em pacientes que sofrem de DPOC. Neste estudo, aproximadamente 2 mil pacientes, em 21 países, incluindo o Brasil, utilizarão Daxas® durante o período de um ano, juntamente com medicamentos convencionais, como broncodilatadores (beta-2 agonistas ou anticolinérgicos) de longa duração associados a corticóides inalatórios. O objetivo é avaliar e reforçar sua eficácia na redução da incidência de exacerbações e na melhora da qualidade de vida dos pacientes.

Aprovado pela Anvisa em fevereiro de 2011, o Daxas® chegará ao mercado brasileiro ainda no primeiro semestre deste ano para revolucionar o tratamento da DPOC. Sua ação ajuda a diminuir as crises, também chamadas de exacerbações, que são responsáveis pela rápida progressão da doença e piora da qualidade de vida.

Segundo a OMS, as doenças respiratórias matam cerca de quatro milhões de pessoas por ano e todas são tratáveis e podem ser prevenidas. Segundo o DATASUS, a doença mata 33 mil pessoas por ano no Brasil e deve se tornar a terceira causa de morte até 2030 em todo o mundo.

Daxas® tem como principio ativo o Roflumilaste, sintetizado pela primeira vez no ano de 1993, pelo falecido Dr. Hermann Amschler, pesquisador do laboratório Byk Gulden, em Konstanz, Alemanha. É o primeiro fármaco de uma nova classe, os inibidores da fosfodiesterase 4. Daxas® atua com foco na inflamação específica da DPOC e já faz parte das Diretrizes Globais de Tratamento da DPOC (GOLD – Global Initiative for chronic Obstructive Lung Disease).

Sobre a Nycomed Pharma

Nycomed Pharma Ltda. é a subsidiária brasileira da Nycomed. Presente no Brasil desde 1954, a companhia está entre as maiores farmacêuticas do País.

A Nycomed comercializa no Brasil 27 produtos distribuídos entre as linhas de prescrição médica (Rx), uso hospitalar e medicamentos isentos de prescrição (OTC). A companhia atua nas seguintes áreas terapêuticas: cardiologia, tratamento da dor, gastroenterologia, ginecologia, respiratória e produtos cirúrgicos para controle de hemorragias.

A sede administrativa da empresa está localizada em Santo Amaro e sua fábrica está localizada em Jaguariúna. Ao todo são cerca de 1000 colaboradores, sendo que só a fábrica emprega cerca de 500 pessoas.

Presidida por Luiz Eduardo Violland desde 2001, a Nycomed faturou R$ 633,5 milhões em 2010, posicionando-se entre os doze maiores laboratórios do País.

A história da Nycomed no Brasil começou em 1954 com a fundação da Bykofarma. Em 2007 a Nycomed realizou a aquisição mundial da Altana Pharma. A companhia no decorrer dos anos expandiu a sua capacidade de aproveitar as oportunidades de crescimento. Esteve presente durante três anos na revista “Valor Carreira – As melhores empresas na gestão de pessoas”, publicada pelo Jornal Valor Econômico, em parceria com o Hay Group e conquistou o prêmio “50 melhores empresas para estagiar” – organizado pelo CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) com parceria do IBOPE e ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos) em 2010.

Na área de responsabilidade social a Nycomed investe em programas sociais que ajudam a melhorar a vida da comunidade como, por exemplo, o projeto Doutores da Alegria, Instituto Dorina Nowill, ADD – Associação Desportiva para Deficientes, além de apoiar e patrocinar projetos culturais e esportivos.

Um pouco de história, em 1954 - É inaugurada no Brasil a Bykofarma| 1957 - Byk amplia as instalações e inaugura sua fábrica em Santo Amaro| 1970 - Formaliza a aquisição da Procienx | 1984 - Incorpora Instituto Lorenzini| 2002 - Inaugura fábrica em Jaguariúna e muda o nome para Altana Pharma| 2007 - A Nycomed realiza a aquisição global da Altana Pharma e muda o nome para Nycomed.