brucelose infeccao bacteriana

 

Autoridades da província chinesa de Gansu afirmam que mais de 6 mil pessoas testaram positivo para uma doença bacteriana chamada brucelose, após o vazamento do contágio em uma fábrica, há mais de um ano. O número divulgado agora é 30 vezes maior do que o inicialmente anunciado pelas autoridades locais.

Autoridades na cidade de Lanzhou afirmaram em uma coletiva de imprensa concedida na quinta-feira que 6.620 pessoas, incluindo moradores locais, foram confirmadas com a infecção.

Elas afirmam que a bactéria que causa a brucelose havia vazado de uma fábrica farmacêutica local entre julho e agosto do ano passado. A fábrica era base de produção de vacinas de brucelose para animais. Cachorros, vacas, porcos e cabras são alguns entre os animais particularmente mais suscetíveis à infecção.

Indivíduos infectados pela bactéria podem desenvolver sintomas, incluindo febre e dor nas juntas.

Em dezembro do ano passado, autoridades em Lanzhou afirmaram que cerca de 200 pessoas haviam contraído a doença. Comunicaram que os infectados eram funcionários e estudantes do Instituto de Pesquisa Veterinária de Lanzhou, que está localizado próximo à fábrica farmacêutica. Elas não informaram se moradores locais teriam sido infectados.

Autoridades municipais agora enfrentam críticas devido à suposta tentativa de esconder o verdadeiro escopo do incidente.

 

Fonte: NHK