doenca ministeriosa india

Uma pessoa morreu e centenas foram internadas na cidade de Eluru, sul da Índia, com sintomas como convulsões, perda de consciência e náuseas, mas a maioria foi liberada após a recuperação. 

 

 

O chefe do governo indiano, YS Jagan Mohan Reddy, disse que equipes médicas especiais estão sendo enviadas para investigar a causa da doença desconhecida que infectou pelo menos 445 pessoas e matou uma pessou na cidade de Eluru, Andhra Pradesh, na Índia. A OMS também enviou especialista que já devem chegar na cidade nesta terça-feira

O Ministro da Saúde, Alla Kali Krishna Srinivas, afirmou que todos os pacientes testaram negativo para COVID-19 "É uma doença misteriosa e apenas análises de laboratório vão revelar exatamente o que é"  completou "Descartamos a contaminação da água ou poluição do ar como causa depois que as autoridades visitaram as áreas onde as pessoas adoeceram"

“Pessoas que ficaram doentes, principalmente crianças, começaram a vomitar após reclamar de dor nos olhos. Alguns desmaiam ou convulsionam” relatou um médico do hospital público que recebeu os pacientes. 

"As vítimas reclamaram de desmaios repentinos, espuma pela boca e tremores. Mais de 125 dos que foram hospitalizados na noite de sábadoe  tiveram alta no domingo depois de se recuperarem. A maioria das pessoas afetadas eram idosos e crianças" escreveu o jornal The Hindu.

Já Chandrababu Naidu, Presidente do Partido de oposição Telugu Desam, disse que a causa da doença misteriosa foi contaminação e e pediu uma ampla investigação sobre o incidente.

Até o momento não podemos tomar nenhuma conclusão, vivemos um momento de altíssimo monitoramento epidemiológico devido a pandemia por COVID-19 e não há motivos para pânico em relação ao surto misterioso da Índia. 

 

Por Fábio Reis 

* A reprodução é permitida desde que citada a fonte com link para https://pfarma.com.br