hongkong reinfeccao covid19

 

Pesquisadores da Universidade de Hong Kong disseram ter confirmado o primeiro caso no mundo de reinfecção por coronavírus.

A equipe de pesquisa anunciou na segunda-feira que um homem, de 33 anos de idade, havia contraído o vírus pela segunda vez neste mês após ter tido a primeira infecção em março passado.

A equipe e as autoridades do setor de saúde disseram que o homem passou cerca de duas semanas no hospital após sua primeira infecção ter sido confirmada. Posteriormente, ele testou negativo e teve alta.

Sua segunda infecção foi confirmada em um exame realizado num aeroporto ao retornar a Hong Kong de uma viagem a Espanha passando pelo Reino Unido. Ele não desenvolveu nenhum sintoma do vírus e saiu do hospital na sexta-feira passada.

Segundo os pesquisadores, a sequência genética do vírus detectado na segunda infecção era parcialmente diferente daquela da primeira infecção. Acrescentaram que este caso indica que, ao mesmo tempo em que os pacientes de coronavírus desenvolvem anticorpos, seus níveis podem cair após alguns meses. Tal fato os expõe a risco de reinfecção como ocorre no caso de uma gripe comum.

Os pesquisadores disseram que, desta forma, os pacientes de coronavírus que se recuperaram necessitam continuar usando máscaras, e que a vacinação deverá ser levada em conta também para aqueles que já contraíram o vírus.

 

Com informações do Jornal Japonês NHK
Imagem: reprodução reportagem NHK