logistica farmaceutica

 

Com o advento da pandemia do COVID-19, o fluxo de passageiros estrangeiros entre a nações diminuiu significativamente e como a maioria das cargas transportadas no modal aéreo é feita em voos de passageiros, a logística internacional foi uma das primeiras a sofrer o impacto da oferta de espaços para embarques.

Considerando este cenário, a AGL Cargo reforçou seu compromisso com a saúde brasileira e sendo uma das pioneiras em oferecer soluções inovadoras ao mercado e desta vez mostrou novamente sua solidez com uma opção de afretamento de aeronave, mais conhecido como charter, justamente para auxiliar os importadores a importarem suas cargas com dinamismo e velocidade.

De acordo com Humberto Guimarães, Head de Procurement da Brainfarma: “Não é novidade para ninguém que as empresas que precisam se destacar no mercado precisam investir em melhores, processos e soluções para se destacarem e ganharem competitividade. Mas nos últimos dois anos, a pandemia trouxe um desafio ainda maior, que passa pela reengenharia em vários processos, dentre eles toda a logística que envolve o Supply Chain, em muitos casos reinventando novas formas de garantir o abastecimento.”

Sobre outros projetos audaciosos da Brainfarma, Humberto adiciona: “Trouxemos equipamentos e insumos com frete aéreo de diversas partes do mundo, e chagamos até a trazer o Antonov ao Brasil, um dos maiores aviões do mundo, com equipamentos essenciais para ampliarmos nossa capacidade de produção, tão necessária neste momento em que o país atravessa.”

Foi neste contexto que em fevereiro deste ano a AGL auxiliou a Brainfarma com a logística de um charter de insumos farmacêutico saindo Venezuela com destino ao Brasil. Um projeto audacioso coordenado com todo o respeito e transparência que uma indústria que caminha para a liderança nacional merece.

“E recentemente, até mesmo para garantir o abastecimento de insumos vindos de países vizinhos, mas que por vias normais demorariam muito a chegar em nossa planta, fizemos um charter partindo da Venezuela, saindo mais uma vez fora da caixa, mudando o “status quo” para atender à nossa missão de produzir medicamentos de qualidade para levar saúde e bem-estar à população brasileira’, finaliza Humberto.

Independentemente qual seja o tamanho e urgência, a AGL Cargo está totalmente preparada para atender o mercado farmacêutico com dinamismo e qualidade.