depressao pos parto

O Zulresso (Brexanolone), da Sage Therapeutics, é o primeiro medicamento específico para o tratamento da depressão pós-parto em mulheres adultas.

 

A Food and Drug Administration (FDA) aprovou a infusão intravenosa de brexanolona ( Zulresso , Sage Therapeutics), o primeiro medicamento indicado para o tratamento da depressão pós-parto . A FDA concedeu este pedido de aprovação as designações de Priority Review (Revisão Prioritária) e de Breakthrough Therapy (Terapia Inovadora).

O medicamento é administrado via infusão intravenosa contínua sob supervisão durante 60 horas (2,5 dias). O tratamento custará entre US$ 20 mil e US$ 35 mil (de R$ 76 mil a R$ 132 mil).

A depressão pós-parto atinge 400 mil mulheres norte-americanas a cada ano. Diferentemente da melancolia natural que acomete a maioria das mulheres no pós-parto, chamada de “baby blues“, a doença pode afetar a capacidade da mãe de formar vínculos afetivos com o bebê.

O principal componente do remédio recém-aprovado é o “allopregnanolone”, também conhecido como brexanolone, um subproduto do hormônio progesterona. O objetivo do tratamento é atingir os neurotransmissores GABA, que são responsáveis pela regulação de humor e a desaceleração da atividade cerebral. Isso faz com que o organismo relaxe mais. O medicamento será comercializado sob a marca Zulresso, do fabricante Sage Therapeutics.

A FDA recomendou que o remédio, de uso controlado, só esteja disponível em consultórios e clínicas certificados. Por ser uma medicação forte, a agência exigirá que as pacientes sejam monitoradas constantemente por profissionais de saúde. Testes realizados pela FDA com 12 mulheres em fase amamentação mostraram que o volume de compostos químicos transferidos para o leite materno é baixo e não sugerem risco significativo de reações adversas.

O tratamento anterior prescrito para mulheres com depressão pós-parto era feito com antidepressivos e psicoterapia e os efeitos levavam até oito semanas para serem alcançados plenamente. De acordo com os médicos que realizaram os testes clínicos, a nova medicação permitirá respostas mais rápidas do organismo: com dois dias e meio de uso.

“Não temos quaisquer outros tratamentos nem de longe tão efetivos”, afirma Jess Fiodorowicz, membro do comitê consultivo da FDA e psiquiatra da Universidade de Iowa.

A farmacêutica Sage também está desenvolvendo uma medicação oral para o tratamento de crises depressivas graves, como a que pode ocorrer no pós-parto. A pílula, no entanto, ainda está em fase de testes.

 

Mecanismo de ação

brexanolone
O mecanismo de ação do Brexanolone é diferente do dos antidepressivos atualmente disponíveis. É quimicamente idêntico ao allopregnanolone endógeno, um hormônio que diminui após o parto. A Brexanolona atua como um modulador alostérico positivo dos receptores do ácido gama-aminobutírico-A (GABAA), que se tornam desregulados no período pós-parto.

 

 

 

 

 

 

Com informações por Laurie McGinley e Lenny Bernstein do Washington Post.

Fábio Reis
Author: Fábio ReisWebsite: https://linkedin.com/in/fabiolreis
Fundador do Pfarma. Possui registro como Jornalista MTB 39014/RJ e Farmacêutico CRF-RJ 14376.