benzetacil

A produção do antibiótico Benzetacil (penicilina G. benzatina) está temporariamente suspensa no país, informou a empresa Eurofarma, detentora oficial da marca.

O medicamento, injetável, é indicado para tratar casos de sífilis, entre outras infecções.

Em nota, a Eurofarma afirma que a suspensão ocorreu para "implantação de melhorias" em testes de validação dos produtos –processo que compara parte das unidades produzidas e é utilizado para assegurar que o medicamento atende a todas as especificações exigidas.

A previsão é que a produção, interrompida desde o início deste mês, seja retomada até outubro deste ano.

Segundo a empresa, a medida não afeta os produtos já disponíveis no mercado, "que atendem todos os padrões de eficácia e segurança". Unidades remanescentes de Benzetacil em estoque podem ser utilizadas normalmente até a data de validade na embalagem, informa.

"Cabe ainda ressaltar que outros medicamentos disponíveis no mercado podem ser utilizados como alternativa terapêutica", completa a nota.

Além da Eurofarma, ao menos outras três empresas fabricam o produto no país: a Furp (Fundação para Remédio Popular), o laboratório Teuto Brasileiro S/A e a Novafarma.

Nos últimos anos, o país viveu uma situação de desabastecimento de penicilina, o que colaborou para um aumento nos casos de sífilis. Problemas de fornecimento de penicilina também se repetiram em outros países. O motivo é que poucos laboratórios no mundo produzem a droga e o fazem em pequena quantidade, por conta do medicamento não ter patente e, por isso, gerar pouco lucro.

Questionado nesta sexta-feira (28) sobre a possibilidade de impactos ao fornecimento ao SUS, o Ministério da Saúde informa que tem estoque garantido de penicilina para atendimento aos pacientes diagnosticados com sífilis, em todo o país, até o segundo semestre de 2018. "Além disso, novas aquisições já estão em andamento", informa.

A pasta diz ainda que, desde 2014, quando houve alerta para possível desabastecimento de penicilina no mundo, "monitora a situação no país e passou a fazer a compra centralizada do produto para garantir o abastecimento contínuo nos Estados".

No início deste ano, uma medida provisória editada pelo governo permitiu o aumento do preço de medicamentos, entre elas a penicilina benzatina, para vários fornecedores. Segundo a pasta informou na época, o objetivo era estimular a produção nacional e assegurar o abastecimento do mercado.

Comunicado da Eurofarma sobre Benzetacil®

" Motivados pela relação de respeito e transparência estabelecida nesses 45 anos no mercado, a Eurofarma informa a suspensão temporária da produção do medicamento Benzetacil® (penicilina G. benzatina) para implantação de melhorias relacionadas aos testes de validação das etapas do processo produtivo.

É importante ressaltar que qualquer processo envolvido na fabricação de um medicamento precisa ser validado. A validação consiste em avaliar no mínimo 3 lotes do produto/processo em condições idênticas, para comprovar a capabilidade, robustez e assegurar que o processo é reprodutível e que o produto atende às especificações. Ações de melhoria são contínuas na indústria farmacêutica, tornando comum a execução de testes de desafios e validação para garantir sua efetividade. É isto que vem ocorrendo com Benzetacil®, medicamento com mais de 40 anos de história e amplamente utilizado para diversas indicações.

Cientes da relevância do produto, a Eurofarma informa que está envidando seus melhores esforços para retomar rapidamente sua produção sem, no entanto, jamais comprometer a execução de todas as etapas necessárias para a implementação das melhorias propostas. As unidades de Benzetacil® que estão no mercado podem ser consumidas normalmente até a data de validade e, cumpre-nos informar, há concorrentes que podem ser utilizados como alternativa terapêutica.

Nosso time de Qualidade e a Central de Atendimento Eurofarma seguem sempre à disposição para quaisquer dúvidas que possam surgir no 0800-704-3876, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou pelo Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Atenciosamente,

Central de Atendimento Eurofarma
Eurofarma Laboratórios"

Fonte: ABRAFARMA e Eurofarma