teste rapido molecular para tuberculose trm tb

 

Foi publicada no Diário Oficial da União a incorporação do teste rápido molecular para tuberculose no Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Denominado “Teste Rápido Molecular (TRM), conhecido como Xpert MTB/Rif ®”, o teste detecta a presença do bacilo causador da doença em duas horas e identifica se há resistência ao antibiótico rifampicina, um dos principais medicamentos usados no tratamento, o que permite maior agilidade no diagnóstico e no início do tratamento.

Para realizar o teste primeiro é feita a preparação da amostra de escarro. A coleta deve ser feita com qualidade, – de 5 a 10 ml – sem saliva, sangue, resíduos de alimentos ou qualquer coisa que dificulte a análise. Se a amostra for inconsistente, a realização dos exames e seu desempenho podem ficar prejudicados e, consequentemente, vão precisar ser refeitos. Cada cartucho custa 18 dólares, não podemos desperdiçar. Em seguida, é feita a introdução da amostra preparada no cartucho e depois a inserção do cartucho no equipamento.