pesquisa-opiniao-prescricao-farmaceuticaO ICTQ (Instituto de Pós-graduação para Farmacêuticos) realizou uma pesquisa nacional para avaliar a opinião do brasileiro sobre a resolução 586/2013 do Conselho Federal de Farmácia que regulamenta a prescrição farmacêutica.

No estudo foram ouvidas 2650 pessoas em 16 capitais brasileiras.

- 39% dos entrevistados concordam com a prescrição Farmacêutica.
- 61% dos entrevistados não concordam com a prescrição Farmacêutica.


Confiança na prescrição farmacêutica

- 42% da população confia na prescrição Farmacêutica.
- 58% da população não confia na prescrição farmacêutica.

 

Segundo Marcus Vinicius Andrade, diretor-executivo do ICTQ, "O resultado revela que o brasileiro desconhece o papel do farmacêutica na saúde".

Para o presidente do CRF-SP, Pedro Menegasso, o resultado revela que o brasileiro desconhece o papel do farmacêutico na saúde. "Parte da população não entende quem está atrás do balcão é um profissional com formação de nível superior. É o profissional de saúde mais perto da população. Não precisa pegar fila e não precisa marcar hora."

 

Metodologia da Pesquisa:

Foram entrevistadas 2.650 pessoas (homens e mulheres, com 18 anos ou mais) em pontos de fluxos populacionais abertos, em 16 capitais, mediante aplicação de questionário semiestruturado.

O estudo foi realizado entre os dias 05 e 10 de agosto de 2013 e avaliou as percepções da população brasileira frente à proposta de regulamentação da prescrição farmacêutica.

 

Texto por Pfarma com base nos dados fornecidos pelo departamento de Pesquisa do ICTQ - Instituto de Pós Graduação para Farmacêutico

 

Fábio Reis

Artigo publicado por Fábio Reis


Formado em farmácia, apaixonado pela profissão e fundador do Pfarma o maior portal do setor farmacêutico.