salario farmaceutico

A profissão de mestre de produção farmacêutica foi a que pagou remunerou seus profissionais em Goiás, durante o mês de março de 2018. O salário dos trabalhadores desta área é em média de R$ 27.713,33, contudo, apenas três vagas neste setor foram abertas neste mês. Os números são da pesquisa Mapa do Emprego em Goiás, desenvolvida pela empresa ATTO Consulting, especialista em inteligência em gestão.

O estudo foi desenvolvido a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. A pesquisa elenca os dez melhores salários pagos em Goiás, a partir das contratações feitas no mês de março de 2018, bem como a quantidade de vagas abertas para cada uma dessas profissões.

A segunda profissão com melhor remuneração foi a de engenheiro de controle e qualidade que empregou dois novos profissionais que devem receber um salário médio de R$ 25.095,00. O número de vagas abertas é inferior ou igual a dez em todos os cargos com os melhores salários do estado.

Apenas o cargo de gerente de projetos (manutenção) chegou a dez vagas abertas no mês de março, todos os outros foram índices inferiores a uma dezena. Para o diretor executivo e consultor da ATTO, responsável pela pesquisa, Augusto Avelar, explica que estes cargos possuem pouca oferta pois as empresas estão em um período de recuperação da crise e de reposição de seu quadro de funcionários.

“Esse tipo de vaga também está aumentando. Mas é o tipo de cargo que aparece em um segundo momento. A economia passou por um baque muito pesado e as empresas cortaram quadro de operação. Com uma retomada da estabilidade, a geração de recursos permite a empresa a voltar a contratar e operar com seu quadro de funcionários normal. O que está acontecendo é uma reposição de funcionários que foi cortado com a crise”, explica Augusto.

De um modo geral, o diretor executivo aponta que há uma retomada das contratações e esse indicador é positivo para a economia do estado. Augusto aponta a conclusão da pesquisa de que o saldo de contratações é superior ao de demissões e este é um sinal de investimentos no desenvolvimento industrial e diversificação das áreas de produção, um processo de crescimento econômico que dá frutos a longo prazo.
Confira as listas dos dez maiores salários contratados em Goiás no mês de março, conforme o Mapa do Emprego:

 

Profissão Vagas abertas Salário médio

 

-Mestre de Produção Farmacêutica 3 27.713,33

-Engenheiro de Controle de Qualidade 2 25.095,00

-Engenheiro de Minas (Beneficiamento) 1 23.000,00

-Diretor Financeiro 3 14.862,00

-Diretor de Operações (Transporte) 1 14.535,00

-Engenheiro Mecânico Industrial 1 14.000,00

-Economista do Setor Público 1 14.000,00

-Gerente de Agência (banco) 2 11.967,50

-Gerente de Projetos (Manutenção) 10 11.135,70

-Médico Cirurgião Pediátrico 2 11.100,00

 

Fonte: Mais Goiás

Fábio Reis
Author: Fábio ReisWebsite: https://linkedin.com/in/fabiolreis
Fundador do Pfarma. Possui registro como Jornalista MTB 39014/RJ e Farmacêutico CRF-RJ 14376.