wing drone google medicamento walgreens

 

A Wing, serviço de entrega por drones — ramificação do grupo Google/Alphabet —, lançará seu primeiro “serviço piloto” na Virgínia a partir de outubro de 2019. A empresa está se unindo à FedEx, Walgreens e ao fornecedor de presentes Sugar Magnolia. Nesse caso, para fornecer produtos de saúde, alimentos e muito mais aos moradores da cidade de Christiansburg, no sudoeste da Virgínia.

O piloto, que faz parte do Programa Piloto de Integração do Departamento de Transportes dos EUA, tem como objetivo demonstrar a viabilidade da entrega de drones — que ainda está em um estágio inicial de desenvolvimento. No começo deste ano, a Wing se tornou uma das primeiras operadoras de drones a ser certificada como transportadora aérea comercial pela Federal Aviation Administration. Ela pode, por exemplo, entregar mercadorias comerciais autonomamente a destinatários que podem estar a quilômetros de distância, fora da linha de visão do operador.

 

Como vai funcionar a entrega por drones?

A Wing afirma que entregará em minutos medicamentos vendidos sem receita (e outros itens de saúde e bem-estar) aos clientes da Walgreens que os encomendarem online. A Walgreens será a primeira farmácia de varejo a oferecer entrega de drones nos EUA.

Enquanto isso, clientes elegíveis da FedEx Express que vivem nas “zonas de entrega designadas” de Christiansburg — e que optam pelo serviço de entrega da Wing — poderão receber alguns pacotes via drone. A Wing projetou uma caixa personalizada que seus drones usarão para transportar pacotes às casas dos destinatários.

 

Sobre a Wing

No ano passado, a empresa se tornou uma empresa completa sob o guarda-chuva corporativo da Alphabet. Em dezembro, anunciou que estava lançando um serviço de teste na Finlândia, onde ofereceria entregas de 10 minutos gratuitamente na capital do país. A Wing também foi aprovada para lançar seu primeiro serviço público de entrega de drones na Austrália.