baylor 

A companhia estará focada no desenvolvimento de processos e melhorias na fabricação de candidatas à vacina da Baylor College no combate à COVID-19

 

 

A Merck, empresa líder em ciência e tecnologia, e a Baylor College of Medicine, de Houston, Texas, EUA, anunciaram hoje uma extensão de sua colaboração para desenvolver uma plataforma para produção de vacinas candidatas ao combate da Covid-19, e criada para acelerar a transição para a Fase 1 dos testes clínicos."O processo de fabricação de uma vacina é extremamente complicado, e por isso estamos trabalhando em colaboração em uma estratégia de desenvolvimento de processos para acelerar a produção das candidatas à vacina da Baylor para combater a Covid-19", disse Udit Batra, membro do conselho executivo e CEO do negócio de Life Science da Merck. "Para combater essa pandemia, precisaremos produzir uma quantidade inédita de vacinas num período muito curto e, para termos sucesso, precisaremos utilizar a maior variedade possível de abordagens."

Não existem modelos ou processos padrão para a produção de vacinas devido à complexidade e à variedade das modalidades de vacina. Por isso, a produção da vacina é um desafio para todas as empresas que estão tentando produzir, o quanto antes, uma vacina segura e eficaz para combater a Covid-19. Aproveitando as principais lições do trabalho conjunto que está sendo realizado para o desenvolvimento de uma vacina contra a esquistossomose, a Merck e os pesquisadores da Baylor College of Medicine, juntamente com o Centro de Desenvolvimento de Vacinas do Hospital Infantil do Texas, estão otimizando os processos de produção para acelerar o desenvolvimento de duas candidatas à vacina para combater a Covid-19. Uma delas é a CoV RBD219-N1, cujos testes clínicos deverão começar ainda este ano. A Merck irá ajuda-los a avançar na produção sustentável em larga escala. Essa colaboração se concentrará em melhorias na eficiência da produção, rendimento, robustez, escalabilidade e custos.

"Nossa colaboração inicial com a Merck criou uma estrutura importante e fundamental para que possamos validar e preparar rapidamente a produção de nosso portfólio de vacinas contra doenças tropicais negligenciadas para que sejam de acesso global", disse Peter Hotez, reitor da Faculdade Nacional de Medicina Tropical da Baylor College of Medicine e codiretor do Centro de Desenvolvimento de Vacinas do Hospital Infantil do Texas, ao lado da médica Maria Elena Bottazzi.

"Ampliar a nossa colaboração para incluir doenças de nível pandêmico nos permitirá acelerar o desenvolvimento de um processo de fabricação escalável e de valor acessível para nossas candidatas à vacina contra a Covid-19 e permitirá que isso seja feito o mais rápido possível para apoiar a produção de vacinas em países de baixa e média renda", disse Bottazzi, que lidera as atividades de desenvolvimento do produto e atua como reitora da Escola Nacional de Medicina Tropical da Baylor.

As equipes da Merck e da Baylor vão aprimorar a plataforma para a produção da candidata à vacina, a CoV RBD219-N1, que foi originalmente desenvolvida para combater a SARS, entre 2011 e 2016. Além disso, vão desenvolver uma nova plataforma para produção para uma segunda candidata à vacina contra a Covid-19 para que os testes clínicos da Fase 1 sejam realizados mais rapidamente. O objetivo dessa parceria é desenvolver um processo de produção adequado e medidas que resultem numa estratégia escalável para a fase piloto e posterior produção industrial.

Os cientistas de desenvolvimento de processos e os engenheiros de biomanufatura da Merck e os pesquisadores do Centro de Desenvolvimento de Vacinas do Hospital Infantil do Texas formaram uma parceria em 2018 para desenvolver e produzir vacinas e para melhorar a resposta a surtos como o da Covid-19. Como o trabalho inicial é feito por meio de sua plataforma de desenvolvimento de processos já existente, a equipe pode rapidamente reduzir o prazo para o início dos testes clínicos e, assim, cumprir uma meta importante.

Todos os news releases da Merck são distribuídos por e-mail assim que são postados no site da Merck. Visite www.merckgroup.com/subscribe para se inscrever online, mudar suas opções ou deixar de receber notificações.

A Baylor College of Medicine e o Centro de Desenvolvimento de Vacinas do Hospital Infantil do Texas receberam fundos da NAID para seu trabalho inicial de formulação da CoV RBD219-N1, candidata à vacina, e começaram recentemente a desenvolver uma segunda candidata. Por meio de sua aliança com o PATH, a Baylor e o Centro de Desenvolvimento de Vacinas do Hospital Infantil do Texas esperam também desenvolver candidatas à vacina contra a Covid-19 para permitir maior acesso a países de baixa e média renda.

 

 Por Merck