pazuello ministro saude

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou hoje (7) a extensão da validade dos testes que estavam em um depósito do Ministério da Saúde, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial e vale para todos os lotes armazenados no local.

De acordo com a decisão, cerca de 6,8 milhões de testes para identificar a Covid-19 ganharam mais quatro meses de validade. A Anvisa estendeu o prazo de validade para 12 meses a partir da data de fabricação de cada lote.

Portanto, os testes que foram fabricados em abril e que venceriam em dezembro terão mais quatro meses para serem utilizados.

No fim de novembro, a empresa Seegene, fornecedora dos testes para Covid-19 para o Ministério da Saúde, pediu à Anvisa a prorrogação da validade dos 6,8 milhões de testes armazenados em Guarulhos e que ainda não foram distribuídos pelo governo federal para estados e municípios.

Em audiência pública da Comissão da Covid-19 no dia 2 de dezembro, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello havia afirmou que os testes para detecção de covid-19 com vencimento em dezembro teriam o prazo estendido pela Anvisa.