coronavac vacina coronavirus

Butantan bate novo recorde ao entregar 7,3 milhões de doses de vacina coronavac contra a covid-19 em uma semana

 

 

Um novo recorde no número de vacinas contra a Covid-19 enviadas pelo Instituto Butantan ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, foi batido nesta sexta (19): 7,3 milhões de doses em uma semana. O total é a soma do carregamento de 2 milhões de doses liberado na manhã da sexta, mais as 2 milhões de doses entregues na quarta (17) e as 3,3 milhões encaminhadas na segunda (15).

“A vacina do Butantan é a vacina que sustenta o Programa Nacional de Imunizações. Estamos em ritmo acelerado. Vamos cumprir os nossos compromissos com o Ministério da Saúde e, na medida do possível, estamos adiantando esse compromisso. Em março prevíamos inicialmente a entrega de 18 milhões de doses, mas vamos entregar 22,7 milhões”, explicou o diretor-presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, horas depois em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Dimas explicou que até o final de março ainda serão entregues mais 11,5 milhões de doses, que já estão produzidas e aguardam liberação da área de Controle de Qualidade do Butantan.

Desde 17/01, quando foi enviado o primeiro carregamento de vacinas ao Ministério da Saúde, iniciando assim a imunização dos brasileiros contra a Covid-19, o Instituto já enviou ao PNI 24,6 milhões de doses. Até 30/04, serão entregues todas as 46 milhões de doses que são objeto do primeiro contrato firmado com o Ministério da Saúde. Após essa data, será iniciada a produção das 54 milhões de doses que fazem parte do segundo contrato.

Ao comentar sobre a compra de vacinas de outros fabricantes pelo governo federal, Dimas Covas assinalou que essa é uma atitude necessária e lembrou que somente a vacinação da população acima de 60 anos já exige o montante de 70 milhões de doses. “O compromisso do Butantan de entregar 100 milhões de doses está garantido até agosto. Mas nós precisamos integralizar um número maior de vacinas”, salientou. “Qualquer vacina que esteja disponível para aquisição, aprovada pela Anvisa, deve ser incorporada o mais rapidamente possível ao nosso Programa Nacional de Imunizações. Não faz muito sentido nós termos uma única vacina diante de tanta carência e de tanta necessidade.”

Durante a entrevista coletiva, o vice-governador e Secretário de Governo do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, agradeceu ao Butantan pelo esforço e afirmou que a instituição está salvando o Brasil com as vacinas. “O Instituto Butantan é patrimônio do povo de São Paulo”, disse ele.

 

Entregas da Vacina do Butantan ao Ministério da Saúde:

17/1 – 6 milhões
22/1 – 900 mil
29/1 – 1,8 milhão
5/2 – 1,1 milhão
23/2 – 1,2 milhão
24/2 – 900 mil
25/2 – 453 mil
26/2 – 600 mil
28/2 – 600 mil
3/3 – 900 mil
8/3 – 1,7 milhão
10/3 – 1,2 milhão
15/3 – 3,3 milhões
17/3 – 2 milhões
19/03 – 2 milhões

TOTAL: 24,6 MILHÕES DE DOSES DA VACINA CORONAVAC

 

Fonte: Butantan