vacina moderna japao contaminante

 

O ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão afirma que as substâncias estranhas encontradas em algumas vacinas da Moderna em Okinawa provavelmente são partes dos frascos.

Funcionários do Ministério afirmaram no domingo que eles receberam o relato da Takeda Pharmaceutical, que maneja a distribuição no país.

O relatório afirma que uma investigação levou à constatação de que, muito provavelmente, as substâncias provêm da tampa de borracha dos frascos. Ele afirma que partes da borracha devem ter se fragmentado quando as tampas foram espetadas pela agulha da seringa.

As substâncias foram detectadas em duas seringas e um frasco em um centro de vacinação em grande escala no sábado.

Quanto às substâncias cor-de-rosa encontradas em uma outra seringa, o relatório afirma que elas muito provavelmente não comprometem a vacina, pois elas são grandes demais para passar pela agulha.

Funcionários do ministério afirmam que não há problemas na qualidade desta vacina e que eles não consideram necessário suspender o programa de vacinação.

 

Com informações da TV Japonesa NHK